19 de Março de 2013 / às 21:49 / 4 anos atrás

Fifa cobra respeito à data de entrega de estádios da Copa após atrasos

O presidente da Fifa, Joseph Blatter (D), conversa com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo (E), e o secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, após entrevista coletiva em Zurique nesta terça-feira.Michael Buholzer

Por Tatiana Ramil

SÃO PAULO, 19 Mar (Reuters) - Antes apontados como o ponto forte na preparação do Brasil para a Copa do Mundo de 2014, os estádios se transformaram em dor de cabeça para os organizadores, com atrasos e falhas que levaram a Fifa a reforçar a importância de entregá-los dentro do prazo.

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, disse nesta terça-feira após encontro com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, que os estádios do Mundial precisam ser entregues em dezembro deste ano, prazo que não foi respeitado no caso da Copa das Confederações.

"Concordamos que o prazo de dezembro de 2013 é essencial para a preparação do Mundial. Precisamos de tempo para nos prepararmos para receber os milhares de jornalistas e torcedores em junho de 2014, para que todas as instalações e estruturas possam ser plenamente utilizadas", afirmou Valcke em entrevista coletiva em Zurique, segundo o site da entidade.

Entre os seis estádios que não participarão da Copa das Confederações deste ano, pelo menos dois enfrentaram dificuldades recentemente ou ainda têm obstáculos a resolver.

O estádio de São Paulo, sede da abertura do Mundial, tem um impasse financeiro que ameaça paralisar a obra. O Corinthians, dono do estádio, e a empresa responsável pela construção ainda não conseguiram as garantias para viabilizar o empréstimo de 400 milhões de reais do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A arena atingiu 66 por cento das obras concluídas neste mês. Atualmente, os trabalhos de construção concentram-se na montagem das estruturas metálicas do telhado do prédio oeste.

Em Cuiabá, uma das duas empresas que participavam das obras na Arena Pantanal deixou o consórcio devido a uma crise financeira e a outra companhia assumiu a parte total dos trabalhos.

A Secretaria da Copa (Secopa) de Mato Grosso garantiu que não haverá atraso e que o cronograma de entrega segue para outubro deste ano, porém o Tribunal de Contas do Estado alertou em relatório na segunda-feira sobre a necessidade de acelerar o ritmo.

"Em 33 meses foram executados 53,12 por cento dos serviços contratados. Restam 9 meses para a execução dos 46,88 por cento restantes. Portanto o valor médio mensal dos serviços a serem executados a partir de fevereiro deverá ser 3,2 vezes maior que o valor médio mensal dos serviços executados até agora ou 1,2 vezes maior que o valor da medição de janeiro de 2013", informou o tribunal no relatório.

Segundo a Secopa de MT, cerca de 62 por cento dos serviços previstos estão concluídos.

Os outros quatro estádios para o Mundial ainda não chegaram a 60 por cento de conclusão. Em Natal, o mais atrasado, os trabalhos alcançaram 50 por cento em dezembro. Até o início deste ano, Curitiba tinha 55,82 por cento de conclusão, Manaus 54 por cento, e Porto Alegre 58 por cento, segundo dados do governo federal.

ATRASOS PARA 2013

Os estádios sempre foram apontados pela Fifa como a menor das preocupações para a Copa, destacando que as obras de infraestrutura, como mobilidade urbana, aeroportos e hotéis, estavam mais atrasadas. No entanto, o ritmo dos trabalhos nos estádios e os atrasos para a Copa das Confederações fizeram a Fifa reforçar a data de entrega para o Mundial.

Para a Copa das Confederações, apenas dois -Mineirão e Castelão- dos seis estádios que serão usados ficaram prontos no prazo inicial estabelecido pela Fifa: dezembro de 2012.

A arena de Salvador seria entregue na segunda-feira, mas devido à viagem da presidente Dilma Rousseff à Roma para a missa inaugural do papa Francisco, a inauguração foi remarcada para a próxima semana, segundo o ministro do Esporte.

Os outros estádios devem ser entregues até abril, sendo que o Maracanã estipulou a data de 27 de abril para a realização de um evento-teste, depois de sucessivos atrasos, o que motivou preocupação da Fifa e uma reunião de emergência.

"Sabemos que não temos um cronograma fácil, mas o Maracanã estará pronto para receber eventos-teste no dia 27 de abril", disse o secretário da Casa Civil, Régis Fitchner, após reunião do governo do Rio de Janeiro com representante da Fifa e do Comitê Organizador Local (COL) neste mês.

Em Brasília o cronograma também é apertado, disse uma autoridade do COL, que não quis ter seu nome revelado.

Mesmo o Mineirão, que foi inaugurado no prazo, apresentou problemas sérios em seu jogo de reabertura, no começo de fevereiro. Houve falhas de acesso, no estacionamento, nos bares e até falta de água, o que levou o governo de Minas Gerais a multar a empresa responsável pela operação do estádio em 1 milhão de reais.

No entanto, o secretário-geral da Fifa disse durante visita ao Brasil em março que os problemas são normais e positivos, já que poderão ser corrigidos até a Copa das Confederações, que acontece de 15 a 30 de junho.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below