Blatter nega que Fifa esteja perdendo controle da Copa de 2022

quinta-feira, 21 de março de 2013 16:47 BRT
 

ZURIQUE, 21 Mar (Reuters) - A Fifa não está perdendo o controle sobre a Copa do Mundo de 2022, que será realizada no Catar, disse nesta quinta-feira o presidente da entidade, Joseph Blatter, em resposta à contínua polêmica sobre se o torneio deve ser realizado durante o verão no Hemisfério Norte, como planejado.

Blatter reiterou que qualquer pedido para mudar a data do evento para meses mais frios teria de ser feito pelos organizadores do evento.

O presidente da Fifa disse não poder prever se um pedido desse tipo geraria questionamentos legais de países que perderam para o Catar a disputa para sediar o Mundial, realizada em dezembro de 2010.

"Não estamos perdendo o controle sobre a Copa do Mundo, ou sobre 2022", disse Blatter em entrevista coletiva na sede da Fifa.

"No que diz respeito à Copa do Mundo de 2022, as discussões começaram no momento em que a decisão foi tomada e então as pessoas perceberam que jogar no verão será difícil, porque faz muito calor", completou.

"Mas os princípios básicos que levaram à concessão do direito de sediar a Copa do Mundo eram muito claros e não mudaram nesse meio tempo... Eles são os mesmos. A Copa do Mundo da Fifa é uma competição com 32 times e 64 jogos, que tem que ser disputada em junho e julho. Isso nunca foi questionado pelos organizadores que receberam a responsabilidade de sediá-lo."

O Catar derrotou Austrália, Coreia do Sul, Japão e Estados Unidos na disputa para receber o torneio. Organizadores do Mundial de 2022 afirmaram que as partidas serão disputadas em estádios com ar condicionado que seriam desmontados após a competição e enviados para países em desenvolvimento.

O debate sobre transferir o Mundial para os meses de inverno deve continuar até pelo menos 2016, quando um calendário final da competição tem de ser aprovado pela Fifa.