Alemanha não deve relaxar em jogo contra Cazaquistão, diz técnico Loew

domingo, 24 de março de 2013 14:17 BRT
 

BERLIM, 24 Mar (Reuters) - Uma vitória sobre o Cazaquistão e um escorregão da Suécia, rival no Grupo C pelas eliminatórias da Copa do Mundo na sexta-feira, deixaram a Alemanha com cinco pontos de vantagem, mas o técnico Joachim Loew quer evitar a complacência às vésperas do jogo de terça-feira em casa com os cazaques.

Os alemães, que venceram por 3 x 0 em Astana, rumam para uma classificação para o Mundial de 2014 e nem mesmo a suspensão de Bastian Schweinsteiger deve impedi-los de obter sua quinta vitória em seis partidas.

Embora um surto como o do ano passado, quando a seleção alemã desperdiçou uma dianteira de quatro gols e deixou a Suécia empatar em 4 x 4, não seja provável em Nuremberg, Loew quer que seus jogadores se concentrem no que está em disputa.

A Alemanha lidera o Grupo C com 13 pontos de cinco jogos, cinco adiante da Suécia, que fez um empate sem gols com a Irlanda e tem uma partida na mão.

"Se você consegue uma vitória fora, corre o risco de ficar com isso na cabeça durante algum tempo", afirmou Loew aos repórteres.

"Temos que lembrar os jogadores sempre de que estamos jogando em casa e que só venceremos se tivermos seriedade e a atitude correta".

Loew está ciente do abismo de qualidade entre a segunda melhor seleção do mundo e o adversário ranqueado em 139º, mas também viu os cazaques batalharem para virar o placar de 2 x 0 no primeiro jogo e conseguirem duas boas chances quando a Alemanha diminuiu a pressão.

Para o Cazaquistão, ainda em busca de sua primeira vitória nas atuais eliminatórias, será uma tarefa mais dura bater os alemães em casa, na grama natural e num horário muito mais cedo do que a partida de meia-noite de sexta-feira em um campo artificial.

(Reportagem de Karolos Grohmann)