Fifa confirma protesto da Costa Rica por jogo sob nevasca nos EUA

segunda-feira, 25 de março de 2013 11:33 BRT
 

LONDRES, 25 Mar (Reuters) - A Fifa confirmou que recebeu uma reclamação formal da Costa Rica por ter sido forçada a jogar uma partida das eliminatórias da Copa do Mundo contra os Estados Unidos, fora de casa, em uma estádio coberto de neve.

"Podemos confirmar que a Fifa recebeu uma carta da federação da Costa Rica sobre o jogo de sexta-feira das eliminatórias", disse a Fifa em comunicado. "A Fifa vai agora analisar o conteúdo da carta, e os próximos passos serão determinados oportunamente."

O treinador da Costa Rica, Jorge Luis Pinto, disse que o jogo foi uma "vergonha para o futebol" após a derrota de sua equipa por 1 x 0, em Denver, num campo que se tornou cada vez mais coberto de neve ao decorrer da partida.

A Federação de Futebol da Costa Rica informou em um comunicado em seu site que apresentou uma reclamação com quatro itens.

A entidade disse que as condições do campo eram uma ameaça à "integridade física" dos jogadores e disse que os funcionários do estádio chegaram a entrar em campo para limpar a neve enquanto a bola estava em jogo.

Além disso, as marcações do campo "desapareceram" e "o movimento da bola tornou-se impossível devido à quantidade de neve no gramado".

A federação também exigiu sanções para "todos os funcionários envolvidos na decisão de continuar a partida".

"O oposto aconteceu na Europa, onde a neve forçou o cancelamento do jogo entre Irlanda do Norte e Rússia, em Belfast", acrescentou em um comunicado separado.

"Nós não queremos criar falsas expectativas, mas estamos lutando por direitos que acreditamos que foram violados durante este jogo", disse o tesoureiro da federação, Rodolfo Villalobos.   Continuação...