Para Felipão, Brasil manteve nível e precisa "vencer etapas"

segunda-feira, 25 de março de 2013 20:56 BRT
 

25 Mar (Reuters) - O técnico Luiz Felipe Scolari aprovou a atuação da seleção brasileira no empate de 1 x 1 com a Rússia nesta segunda-feira, em Londres, e disse que o time manteve o nível apresentado contra a Itália.

"Penso que do jogo contra a Itália para esse jogo mais ou menos o nível foi mantido. (A Rússia) está muito bem organizada. Acho que pela posse de bola, por uma série de fatores, dá para dizer que foi no mesmo nível que a Itália", disse Felipão em entrevista coletiva, comparando o empate de 2 x 2 contra os italianos na quinta-feira.

"No final, o que me satisfez foi a reação da equipe, a forma de jogar, não desesperou, continuou trabalhando a bola e ainda tivemos a chance de fazer nosso gol. Foi um bom jogo. Tivemos uma participação muito boa."

O Brasil tomou o gol dos russos na metade do segundo tempo e buscou o empate aos 45 minutos do segundo tempo, com Fred, que fez o terceiro gol dele em três partidas sob o comando de Felipão.

Além dos dois empates, o time brasileiro perdeu para a Inglaterra por 2 x 1 em fevereiro, na reestreia do treinador campeão mundial em 2002.

Apesar de ter elogiado seus jogadores, Felipão admitiu que a equipe ainda tem muito a evoluir para a disputa da Copa das Confederações, em junho, no Brasil.

"A gente vai ter vencer etapas e são etapas que estamos acrescentando e melhorando. Vamos ganhando um jogador a mais num jogo, outro jogador no outro. Para chegar lá (sucesso) temos que ir por etapas, não adianta", disse.

Os dois próximos jogos do Brasil serão disputados apenas com atletas que atuam no país, no dia 6, contra a Bolívia, fora de casa, e dia 24 de abril, diante do Chile, em Belo Horizonte.

O treinador espera uma boa recepção no Brasil.

"Nós já temos a confiança necessária dos torcedores brasileiros, o que nós precisamos é continuar trabalhando nesses dois jogos (Bolívia e Chile) para que a gente possa então ter uma equipe mais forte, mais encorpada. São as etapas que a gente vai passando", declarou.

"Para a Copa das Confederações e a Copa do Mundo vamos ter um grupo muito bem recebido pelo povo brasileiro e vamos dar a resposta", completou.

 
O técnico Luiz Felipe Scolari (D) gesticula durante empate do Brasil com a Rússia nesta segunda-feira em Londres. REUTERS/ Paul Hackett