Retornos de Vilanova e Abidal animam o Barça contra o Celta

sexta-feira, 29 de março de 2013 16:28 BRT
 

MADRI, 29 Mar (Reuters) - Eric Abidal foi escalado para o time do Barcelona que enfrenta no sábado o Celta Vigo, poucos dias depois da volta do treinador Tito Vilanova, que passou dois meses afastado para se tratar de um câncer.

O francês Abidal, de 33 anos, não jogava desde que fez um transplante de fígado, em abril do ano passado. No mês passado, foi autorizado pelos médicos a voltar a treinar com os colegas.

Por outro lado, o Barça não poderá contar com os defensores Carles Puyol, Adriano Correia e Jordi Alba, machucados. Já na terça-feira, o time catalão faz fora de casa o jogo de ida das quartas de final da Liga dos Campeões, contra o Paris St Germain.

Pelo Twitter, o atacante David Villa comemorou a volta de Abidal ao time. "Um exemplo para todos! Parabéns, Abi!", escreveu.

Abidal não joga pelo Barça desde a vitória de 2 x 1 sobre o Atletico Madrid em fevereiro de 2012. Vilanova não viajará a Vigo, mas seu assistente Jordi Roura disse haver uma forte possibilidade de que ele esteja com o time em Paris.

O treinador, de 44 anos, voltou na terça-feira a Nova York, depois de passar por quimioterapia e radioterapia em Nova York. Em novembro de 2011, Vilanova retirou um tumor nas glândulas salivares, e em dezembro passou por uma nova cirurgia.

"O retorno de Tito significa muita coisa. O chefe está de volta, e isso é sempre muito importante", disse Roura, que comanda a equipe interinamente.

Contra o Celta, Lionel Messi terá a chance de ampliar sua sequência recorde no Campeonato Espanhol, fazendo gols em 19 partidas consecutivas . Mas o Celta é o único time do torneio em que o argentino não marcou - no primeiro turno, o Barcelona ganhou em casa por 3 x 1, gols de Adriano, Alba e David Villa.

Messi já tem 42 gols na temporada, e, a dez rodadas do final, faltam oito para igualar sua própria marca como artilheiro, registrada no ano passado. O Barça lidera o torneio, com 13 pontos de vantagem.

(Reportagem de Mark Elkington)