Felipão fala em convocação "diferente" para jogo com a Bolívia

segunda-feira, 1 de abril de 2013 20:20 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 1 Abr (Reuters) - O técnico Luiz Felipe Scolari prometeu poupar os clubes brasileiros e avisou que pode haver surpresas em sua convocação para o amistoso do Brasil com a Bolívia no próximo fim de semana.

"Conversamos bastante com os técnicos e vai ser uma convocação um pouco diferente. Um de um clube, dois de outro e faremos uma composição para esse jogo porque não teremos todos à disposição", disse Felipão a jornalistas nesta segunda-feira.

"Um ou outro nome vocês vão ficar um pouco surpresos, mas com a dificuldade de clubes e campeonatos, tinha que ser assim", completou.

A convocação da seleção será feita pelo site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) na tarde de terça-feira.

O amistoso com a Bolívia no sábado será disputado apenas com atletas que jogam no Brasil. O jogo será em homenagem ao jovem boliviano Kevin Espada, que morreu em uma partida da Copa Libertadores entre San José e Corinthians, em fevereiro, após ser atingido por um sinalizador disparado pela torcida do time paulista.

Felipão deixou claro que não pretende perturbar os times que estão envolvidos em jogos de campeonatos estaduais e Libertadores.

"São muitos campeonatos em jogo", declarou ele ao citar estaduais, Libertadores e Copa do Brasil.

Embora não fale em nomes, Felipão declarou antes dos amistosos de março com Itália e Rússia que pretendia dar novas oportunidades a Ronaldinho Gaúcho na seleção. O meia Bernard, que joga com Ronaldinho no Atlético-MG, estava nos planos, mas, com lesão no ombro, está descartado. Ele deve parar por ao menos três semanas.

Sob o comando de Felipão, o Brasil perdeu para a Inglaterra este ano e depois empatou com italianos e russos. Agora em abril, fará amistosos com Bolívia e Chile, e depois enfrenta França e Inglaterra, antes da estreia na Copa das Confederações, em 15 de junho.

(Reportagem de Rodrigo Viga Gaier)