Messi e má pontaria do ataque preocupam o Barça

quarta-feira, 3 de abril de 2013 14:24 BRT
 

Por Mark Elkington

MADRI, 3 Abr (Reuters) - Enquanto o Barcelona aguarda para saber o tempo da recuperação de Lionel Messi, todas as atenções se voltam para as dificuldades de finalização dos colegas dele no ataque, o que será crucial para que o time avance às semifinais da Liga dos Campeões depois do empate por 2 x 2 com o PSG no jogo de ida.

Messi, eleito quatro vezes consecutivas o melhor jogador do mundo, saiu de campo mancando no intervalo do jogo em Paris, depois de abrir o placar. A imprensa espanhola especulou que ele ficará afastado por até três semanas.

Ele é um dos artilheiros da competição, com oito gols. Dentro do Barcelona, quem chega mais perto disso é o lateral esquerdo Jordi Alba, com dois.

"Bom empate, mas muito caro!", foi a manchete do jornal esportivo Sport, de Barcelona, nesta quarta-feira. O zagueiro Javier Mascherano foi outro desfalque do time, ao sair de campo no segundo tempo de maca, com um rompimento de ligamento no joelho direito.

Messi, de 25 anos, raramente se machuca, o que reforça a sensação de que o Barça se tornou excessivamente dependente do craque argentino.

David Villa, Pedro, Alexis Sánchez e Cesc Fábregas marcaram apenas três gols na atual edição da Liga, e há quatro temporadas não conseguem fazer juntos o mesmo que Messi faz sozinho.

Sánchez está claramente sem confiança, e na terça-feira desperdiçou duas boas chances em Paris. Villa não recuperou a consistência depois que quebrou a perna no Mundial de Clubes de 2011, e Fábregas demonstra não estar na melhor forma nas últimas semanas.

Pedro, que estava suspenso na terça-feira, deve se recuperar de uma lesão até o jogo de volta, mas por enquanto passou em branco na Liga dos Campeões. Outra opção para o técnico Tito Vilanova é Cristian Tello, jovem meia que é pouco usado, mas que teve boa atuação no sábado contra o Real Zaragoza, pelo Campeonato Espanhol.

(Reportagem de Mark Elkington)

 
Lionel Messi em disputa com jogadores do Paris Saint-Germain durante a primeira partida pelas quartas de final da Champions League, no estádio Parque das Princesas, em Paris. Enquanto o Barcelona aguarda para saber o tempo da recuperação de Lionel Messi, todas as atenções se voltam para as dificuldades de finalização dos colegas dele no ataque, o que será crucial para que o time avance às semifinais da Liga dos Campeões depois do empate por 2 x 2 com o PSG no jogo de ida. 2/04/2013. REUTERS/Christian Hartmann