Zenit vence Samara após pênalti polêmico em Hulk

domingo, 7 de abril de 2013 18:38 BRT
 

MOSCOU, 7 Abr (Reuters) - Atual campeão, o Zenit St. Petersburg venceu o Krylya Sovietov Samara por 1 x 0 graças a um pênalti duvidoso do atacante brasileiro Hulk, e manteve viva a esperança de conquistar novamente o título do Campeonato Russo.

Hulk, cuja transferência para o Zenit foi a mais cara da história do futebol russo (60 milhões de euros), marcou de pênalti aos 14 minutos de jogo, depois de ser derrubado na entrada da área, e deu ao seu time a terceira vitória seguida.

O técnico do Samara, Gadzhi Gadzhiyev, protestou contra o pênalti, dizendo ter sido roubado.

"O Zenit é muito mais forte do que o nosso time, mas não mereceu sair vencedor hoje. Primeiro, a falta em Hulk foi fora da área. Segundo, essa falta não houve", disse Gadzhiyev à televisão russa.

"O árbitro simplesmente roubou nosso time. Foi uma decisão pensada. É claro que o que (Ramzan) Kadyrov fez recentemente foi errado, mas agora eu consigo entender o que se passou pela cabeça dele."

Líder político da região da Chechênia e também presidente de honra do time local, o Terek Grozny, Ramzan Kadyrov insultou um árbitro através de mensagens nos alto-falantes do estádio, chamando-o de "vendido" e "burro", depois que ele expulsou o capitão do Terek Grozny em uma partida contra o Rubin Kazan no último mês.

"Não temos o orçamento enorme que esses times têm, mas isso não dá ao juiz o direito de prejudicar nossa equipe", disse Gadzhiyev.

Técnico do Zenit, o italiano Luciano Spalletti tentou se esquivar das polêmicas.

"Eu não sei se foi ou se não foi pênalti, mas isso não ajudou nosso time. Apenas tirou nossa concentração. Eu acho que teríamos vencido com mais gols se não tivéssemos tido esse pênalti."

(Por Gennady Fyodorov)