Em vez de apocalipse, Coreia do Norte prepara maratona

quarta-feira, 10 de abril de 2013 09:33 BRT
 

SEUL, 10 Abr (Reuters) - Após ameaçar bombardear os Estados Unidos e alertar os estrangeiros a deixarem a Coreia do Sul devido a uma guerra iminente, a Coreia do Norte disse nesta quarta-feira que está preparando uma maratona para comemorar o aniversário de seu fundador.

A agência de notícias estatal do Norte disse que espera-se a participação de um grande contingente de corredores estrangeiros de países como Ucrânia, República Tcheca, Zimbábue, Quênia e Etiópia, assim como 600 norte-coreanos, na corrida de 14 de abril, que é reconhecida pela Associação Internacional das Federações de Atletismo (Iaaf).

"Eu acho que o entusiasmo para a próxima competição está em alta como nunca entre os maratonistas locais e seus treinadores", disse Ham Chang-Hyok, do Ministério do Esporte, segundo a agência de notícias oficial KCNA.

Esta é a 26ª vez que a Maratona Internacional de Mangyongdae, nome de uma colina reverenciada por sua associação com o herói fundador do país, Kim Il Sung, está sendo realizada.

A prova masculina foi vencida pelo ucraniano Oleksander Matviychuk no ano passado e a norte-coreana Kim Mi-Gyong venceu a prova feminina.

Não se sabe se o líder norte-coreano, Kim Jong-un, cujo físico não indica que seja um avido corredor, vai comparecer ao evento.

Kim é conhecido por seu amor ao basquete e recentemente recebeu o ex-jogador do Chicago Bulls Dennis Rodman na capital Pyongyang.

O aniversário do nascimento de Kim Il Sung, o avô do atual líder, em 15 de abril, é geralmente marcado por um grande desfile militar.

(Por David Chance)