April 11, 2013 / 3:34 PM / 4 years ago

Campeonato Inglês escolhe sistema Hawk-Eye para linha do gol

3 Min, DE LEITURA

LONDRES, 11 Abr (Reuters) - A Premier League da Inglaterra aprovou nesta quinta-feira a introdução do sistema britânico Hawk-Eye de tecnologia da linha do gol, numa tentativa de acabar com as dúvidas em lances polêmicos.

Todos os 20 principais clubes votaram pela aprovação da tecnologia em uma reunião do conselho da Premier League.

A decisão acontece uma semana após a Fifa ter aprovado a nomeação da alemã GoalControl para fornecer a tecnologia da linha do gol na Copa das Confederações deste ano e para a Copa do Mundo de 2014, no Brasil.

"A Premier League tem o prazer de anunciar que concedeu à Hawk-Eye, fornecedora líder mundial de instrumentos de processamento de visão no esporte, o contrato para fornecer sistemas de tecnologia na linha do gol para seus 20 clubes membros e em todas as 380 partidas da Barclays Premier League", informou a liga em um comunicado.

"Esta será a primeira vez que a tecnologia é usada em qualquer competição nacional."

A empresa britânica Hawk-Eye, conhecida por sua tecnologia de rastreamento de bola usada no tênis e críquete, afirma ser "precisa em milímetros garantindo que nenhum replay da transmissão poderia refutar a decisão".

O sistema a ser utilizado na Premier League irá notificar o árbitro se a bola cruzou a linha dentro de um segundo.

A instalação do sistema, que envolve sete câmeras atrás de cada gol, deve demorar até seis semanas para ser concluído nos 20 clubes que competem na Premier League na próxima temporada.

Enquanto a Uefa se recusa terminantemente a adotar a tecnologia, preferindo usar árbitros extras atrás do gol, o momento agora parece estar favorecendo o uso de sistemas eletrônicos.

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, foi convencido pela falha na marcação de um gol na partida da Inglaterra contra a Alemanha na Copa do Mundo em 2010, quando um chute de Frank Lampard claramente cruzou a linha.

O debate se intensificou durante a Euro 2012, quando a coanfitriã Ucrânia foi negada um empate quando a bola pareceu cruzar a linha em uma derrota por 1 x 0 para a Inglaterra, apesar do árbitro extra da Uefa posicionado atrás do gol.

Reportagem de Toby Davis

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below