McLaren cobra mais agressividade de Pérez

segunda-feira, 15 de abril de 2013 12:49 BRT
 

Por Alan Baldwin

MANAMA, 15 Abr (Reuters) - A McLaren orientou seu recém-contratado piloto Sergio Pérez a ser mais agressivo contra os adversários, depois do frustrante 11º lugar do no Grande Prêmio da China, no domingo.

"Acho que ele tem sido muito educado até agora neste ano, acho que ele precisa endurecer", disse o dirigente Martin Whitmarsh a jornalistas. "Acho que ele tem sido generoso em deixar as pessoas passarem por ele. Ele esteve um pouco mais robusto hoje."

Pérez se enroscou com o finlandês Kimi Raikkonen, da Lotus, na 16ª volta, e o finlandês, habitualmente gélido, esbravejou contra o jovem mexicano pelo rádio da sua equipe.

O incidente danificou a asa dianteira do carro de Raikkonen, e o impediu de vencer a prova -- foi segundo, atrás de Fernando Alonso, da Ferrari. Comissários investigaram o incidente e impuseram uma punição a Pérez, a ser cumprida no GP do Barein, no próximo fim de semana.

Pérez, recém-trazido da Sauber, marcou apenas dois pontos nesta temporada. Seu colega de equipe, Jenson Button, ficou em quinto no GP de Xangai e já soma 12 pontos.

Sorrindo, Whitmarsh defendeu o comportamento do seu piloto no GP de domingo. "Ele estava fazendo seu trabalho, estava correndo", afirmou. "Você precisa ir lá correr, e isso às vezes significa que você tem cotovelos. É verdade que você precisa ser robusto sem ser desleal. E acho que ele foi robusto."

O carro de Pérez também ficou danificado no incidente, mas Whitmarsh disse que não o recriminou. "Acho que ele fez um trabalho razoável, mas não está satisfeito consigo, nem deveria estar. Este não ficará lembrado como o seu melhor fim de semana no ano."