F1 diz que é seguro correr no Barein

sexta-feira, 19 de abril de 2013 16:48 BRT
 

Por Alan Baldwin

MANAMA, 19 Abr (Reuters) - O Barein é um lugar seguro para correr, e a prova do próximo fim de semana irá transcorrer conforme o planejado, disseram os organizadores da Fórmula 1 em nota divulgada na sexta-feira.

A nota, assinada conjuntamente pela FIA (Federação Internacional de Automobilismo) e pelo dirigente comercial Bernie Ecclestone, ocorreu após pedidos de políticos britânicos e de outras personalidades para que a corrida fosse cancelada, devido a preocupações com os direitos humanos no pequeno reino árabe.

Em 2011, a prova foi cancelada devido a distúrbios políticos que deixaram 35 mortos. Confrontos entre policiais e manifestantes são comuns desde então.

A nota diz que a FIA e a Administração da Fórmula 1 (FOM, na sigla em inglês) "desejam confirmar conjuntamente sua crença de que o GP do Barein deve ir adiante neste fim de semana". Afirma ainda que autoridades e organizadores locais deram garantias de segurança.

"A FIA e a FOM também acreditam fortemente que o esporte pode ser uma força positiva, e que realizar o GP do Barein contribuirá para acalmar algumas das questões abordadas na imprensa."

Ecclestone, de 82 anos, foi ao Bahrein para a corrida, mas o presidente da FIA, Jean Todt, não compareceu.