19 de Abril de 2013 / às 12:22 / em 4 anos

GP do Brasil ficará em Interlagos

Diretor da Fórmula 1, Bernie Ecclestone, no paddock durante sessão de treinos do Grande Prêmio da China de F1, no Circuito Internacional de Xangai. O Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 continuará sendo disputado no autódromo de Interlagos, em São Paulo, depois de o prefeito Fernando Haddad prometer ao dirigente Bernie Ecclestone que o local será reformado. 13/04/2013. REUTERS/Petar Kujundzic

MANAMA, 19 Abr (Reuters) - O Grande Prêmio do Brasil de Fórmula 1 continuará sendo disputado no autódromo de Interlagos, em São Paulo, depois de o prefeito Fernando Haddad prometer ao dirigente Bernie Ecclestone que o local será reformado.

Ecclestone, de 82 anos, havia dito anteriormente que a única prova da F1 na América do Sul poderia ser transferida para o Rio, mas na sexta-feira ele afirmou a jornalistas no Barein, que Haddad havia interferido.

“Acabo de receber uma carta do prefeito e ele garantiu que irá reformar todas as instalações lá, o que será bom, estamos esperando já há bastante tempo”, afirmou ele. “Se São Paulo fizer o que eles dizem que vão fazer, então não precisaremos nos mudar.”

Ecclestone disse que são necessárias melhorias nos boxes e na área do paddock, e também em algumas áreas públicas. “Eles só precisam arrumar um pouquinho”, disse ele, sem citar prazos.

A Fórmula 1 correu entre 1978 e 1989 no autódromo carioca de Jacarepaguá, que foi demolido para dar lugar a instalações da Olimpíada de 2016.

Ecclestone, casado com uma brasileira, disse no mês passado que está insatisfeito com Interlagos há muito tempo, e sugeriu que a prova poderia ser transferida para o Rio ainda antes da Olimpíada.

Sobre Interlagos, ele disse que “é uma superpista de corrida, mas as instalações precisam de uma grande cirurgia plástica”.

O dirigente afirmou ainda que o México -país com dois pilotos na categoria, mas que não recebe uma corrida desde 1992- pode voltar ao calendário num futuro próximo.

“Sou totalmente a favor da corrida no México, acho que seria fantástico, bom mesmo”, afirmou. “É comercial no momento, mas tudo bem, vamos resolver isso.”

A Rússia, que fará um GP em Sochi, cenário da Olimpíada de Inverno do ano que vem, e Nova Jersey (EUA) são os dois próximos GPs na fila para estrearem em 2014. A Tailândia busca um espaço no calendário de 2015, para uma corrida noturna.

“Eu gostaria de voltar à Turquia”, acrescentou Ecclestone.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below