20 de Abril de 2013 / às 20:38 / 4 anos atrás

Lesões ofuscam vitória do Real Madrid sobre o Betis

MADRI, 20 Abr (Reuters) - A vitória do Real Madrid por 3 x 1 sobre o Betis, em partida válida pelo Campeonato Espanhol neste sábado, tinha tudo para ser perfeita para os merengues, se não fossem as contusões de Marcelo e Luka Modric, motivos de preocupação para a sequência da equipe na Liga dos Campeões da Europa.

Com dois gols de Mesut Ozil e um de Karim Benzema, o Real Madrid se consolidou na segunda posição, com 71 pontos, faltando seis jogos para o fim do campeonato. Ainda assim, são 10 pontos atrás do Barcelona, que jogou com o Levante em casa também neste sábado.

Mourinho colocou em campo um time enfraquecido, uma vez que a prioridade é a primeira das semifinais contra o Borussia Dortmund na Liga dos Campeões da Europa, na quarta-feira.

Titulares como Xabi Alonso, Sergio Ramos e Sami Khedira começaram no banco, mas um início azarado do Real forçou Mourinho a mexer nas peças que tinha, especialmente quando Marcelo saiu de campo machucado no primeiro tempo.

O lateral-esquerdo brasileiro saiu de maca depois de saltar e cair de forma esquisita no gramado, sendo substituído por Raphael Varane.

O Betis, atrás de uma vaga nas competições europeias para a próxima temporada, teve um gol anulado logo no começo, enquanto Joel Campbell e Ruben Castro ameaçavam o gol de Diego Lopez e Dorlan Pabon tirou tinta da trave com um chute perigoso.

Como sempre, Cristiano Ronaldo era o motor do Real Madrid, sempre ameaçando o adversário, como em um chute a 25 metros de distância que assustou o goleiro.

Não demoraria muito para o time da casa abrir o placar: a tarefa coube a Ozil, que avançou pelo lado direito, tocou para Benzema. O francês devolveu para o alemão na cara do gol. Ozil só teve o trabalho de deslocar do goleiro e marcar, a um minuto do intervalo.

Ozil ainda participou do segundo gol, a 12 minutos da segunda etapa, quando iniciou contra-ataque e passou para Ronaldo colocar Benzema em condição de ir às redes.

Na sequência, Modric foi substituído após um problema muscular e, aos 26 minutos, o jovem lateral Nacho, oriundo das categorias de base do Real, derrubou Castro na área.

O juiz não teve dúvidas e marcou pênalti. Jorge Molina diminuiu o placar e motivou o Betis, que quase empatou no fim quando Castro acertou o travessão e Raul Albiol evitou o empate ao aparecer em cima da linha para salvar o gol.

O Real queria mais e conseguiu: Jose Callejon chutou cruzado e Ozil apareceu embaixo do gol para selar o placar final.

O Betis é o sétimo colocado com 48 pontos. Ainda neste sábado, o Granada, ameaçado pelo rebaixamento, empatou em 1 x 1 com o Real Valladolid. A equipe da casa saiu atrás, com o Valladolid marcando primeiro com Patrick Ebert, cobrando falta, mas empatou com Youssef Al-Arabi, de cabeça.

Reportagem de Mark Elkington

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below