Dilma elogia caxirola e diz que é mais bonita que a vuvuzela

terça-feira, 23 de abril de 2013 15:59 BRT
 

BRASÍLIA, 23 Abr (Reuters) - A presidente Dilma Rousseff se divertiu nesta terça-feira ao som da caxirola, instrumento criado pelo músico Carlinho Brown para animar os estádios da Copa do Mundo de 2014.

Animada, a presidente chegou a ensaiar movimentos de percussão com a caxirola, numa improvisada versão do hino nacional comandada por Brown, que também contou com a participação da ministra da Cultura, Marta Suplicy.

A caxirola, segundo Brown, permite várias formas de comemoração durantes as partidas, desde anunciar nomes de jogadores da seleção até a comemoração dos gols.

Dilma foi presenteada com um pingente dourado da caxirola, que usou durante a abertura da exposição "O Olhar de Ouve", que reúne pinturas e esculturas do cantor baiano no saguão do Palácio do Planalto.

"Eu acredito que a caxirola faz parte não só do futebol, mas da imensa capacidade do nosso país de fazer um instrumento muito mais bonito que a vuvuzela", disse a presidente em referência às cornetas usadas pelos torcedores na Copa da África do Sul, em 2010.

A caxirola já recebeu a chancela do Ministério do Esporte e fará parte da linha de produtos oficial da Fifa, segundo Brown.

Empolgada, Dilma chegou a dizer que a caxirola tem "um sentido transcendental".

"E eu tenho certeza que principalmente as crianças desse país vão ter uma experiência muito fantástica com a caxirola. O Carlinhos não disse, mas ele me falou que a caxirola também tem um sentido transcendental de cura, de enfim, de paz com o mundo, de estar de fato em sintonia com a natureza e com todos os orixás", discursou a presidente.

(Reportagem Jeferson Ribeiro)

 
Presidente Dilma Rousseff (C) segura uma Caxirola, instrumento criado pelo músico Carlinho Brown para animar os estádios da Copa do Mundo de 2014, ao lado da ministra da Cultura, Marta Suplicy e do músico, em Brasília. 23/04/2013 REUTERS/Ueslei Marcelino