30 de Abril de 2013 / às 12:12 / em 4 anos

Havelange renuncia à presidência de honra da Fifa

Ex-presidente da Fifa João Havelange comparece à conferência global Soccerex global, na praia de Copacabana, Rio de Janeiro. Havelange renunciou ao cargo de presidente honorário da Fifa, enquanto Joseph Blatter foi inocentado de qualquer irregularidade no caso de suborno envolvendo a extinta parceira de marketing esportivo ISL, segundo um relatório divulgado nesta terça-feira pelo comitê de ética da Fifa. 22/11/2010. REUTERS/Bruno Domingos

Por Brian Homewood

BERNA, 30 Abr (Reuters) - João Havelange renunciou ao cargo de presidente honorário da Fifa, enquanto Joseph Blatter foi inocentado de qualquer irregularidade no caso de suborno envolvendo a extinta parceira de marketing esportivo ISL, segundo um relatório divulgado nesta terça-feira pelo comitê de ética da Fifa.

O relatório descreveu como “moral e eticamente reprovável” o comportamento de Havelange na relação com a ISL, que era sócia da Fifa em ações de marketing, e faliu em 2001.

O mesmo texto, preparado por Hans-Joachim Eckert, chefe da câmara adjudicante do comitê, inocentou Blatter, então secretário-geral da Fifa, de irregularidades, mas acrescentou que a conduta do atual presidente da entidade foi “atrapalhada”.

Um promotor suíço disse em um documento judicial divulgado em julho passado que Havelange, presidente da Fifa entre 1974 e 98, e o também brasileiro Ricardo Teixeira, ex-membro do comitê-executivo da Fifa, receberam milionários subornos da ISL para selar contratos relativos às Copas da década de 1990.

Teixeira, ex-genro de Havelange, renunciou ao comando da CBF e do Comitê Organizador Local da Copa de 2014, e também ao cargo na Fifa, no ano passado.

Segundo o relatório, Nicolás Leoz, que renunciou na semana passada à presidência da Conmebol (Confederação Sul-Americana de Futebol) também recebeu “subornos” da ISL.

O parlamentar suíço Roland Buechel disse na época da divulgação dos documentos que a Fifa precisava investigar mais o envolvimento de Leoz no cargo. A entidade posteriormente estabeleceu o seu próprio inquérito, comandado pelo advogado norte-americano Michael Garcia.

“Está claro que Havelange e Teixeira, como autoridades do futebol, não deveriam ter aceitado nenhum suborno, e deveriam tê-lo devolvido, já que o dinheiro estava ligado à exploração de direitos de mídia”, disse o relatório de Eckert.

“Pelo dinheiro que passava pelo grupo ISMM/ISL, é certeza que quantias não insignificantes foram canalizadas para Havelange e para o seu genro Ricardo Teixeira e também para Nicolás Leoz, pelas quais não há indicação de que nenhuma forma de serviço tenha sido prestada em troca.”

“Esses pagamentos eram aparentemente feitos por intermédio de companhias de fachada a fim de evitar o acobertamento dos verdadeiros beneficiários, e são (eram) qualificadas como ‘comissões’, hoje conhecidas como ‘subornos’”, disse o relatório.

O texto acrescenta que “não há quaisquer indicações de que o presidente Blatter fosse responsável pelo fluxo de caixa para Havelange, Teixeira ou Leoz, ou que ele próprio tenha recebido quaisquer pagamentos do Grupo ISL”

“Deve-se questionar, no entanto, se o presidente Blatter sabia ou deveria saber ao longo dos anos antes da falência da ISL que a ISL havia feito pagamentos (subornos) a outros funcionários da Fifa. A conduta do presidente Blatter não pode ser classificada de forma alguma como irregular com relação às regras éticas. A conduta do presidente Blatter pode ter sido atrapalhada, porque poderia ter havido uma necessidade interna de esclarecimento, mas isso não leva a nenhuma irregularidade criminal ou ética”.

Em nota, Blatter disse que recebeu o relatório “com satisfação”, e afirmou que os mecanismos de controle estabelecidos por ele permitirão que isso “não aconteça outra vez”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below