Ex-dirigente da Fifa pega 8 anos de suspensão por violar ética

terça-feira, 30 de abril de 2013 18:35 BRT
 

BERNA, 30 Abr (Reuters) - Um membro do comitê executivo da Fifa foi suspenso por oito anos por causa de seu comportamento antiético, disse a entidade que dirige o futebol mundial na terça-feira, após dois dias de audiências da comissão adjudicante do seu conselho de ética.

Vernon Manilal Fernando, de Sri Lanka, "foi considerado culpado por várias violações do código de ética da Fifa", disse a entidade em nota.

Ele entrou para o comitê executivo em 2011, no mesmo congresso em que o presidente Joseph Blatter foi eleito para um quarto mandato e prometeu mais transparência à entidade.

O cingalês já havia sido provisoriamente suspenso em março, enquanto Michael Garcia, chefe da câmara investigativa do comitê de ética, examinava a acusação de desvio de verbas na Confederação Asiática de Futebol, disse uma fonte próxima à Fifa na ocasião.

Fernando também foi muito ligado ao catariano Mohamed bin Hammam, ex-integrante do comitê executivo, banido do futebol em 2011 por ter tentando comprar votos quando era candidato a presidente da Fifa.

(Texto de Brian Homewood em Berna)