Blatter sugere que pode permanecer na presidência da Fifa

sexta-feira, 3 de maio de 2013 09:42 BRT
 

Por Patrick Johnston

HUALA LUMPUR, 3 Mai (Reuters) - O presidente da Fifa, Joseph Blatter, voltou a insinuar que pretende permanecer no cargo depois do seu atual mandato, que termina em 2015, e defendeu a inclusão de mais seleções asiáticas nas Copas do Mundo.

Em discurso na sexta-feira no congresso da Confederação Asiática de Futebol (CFA), Blatter, um suíço de 77 anos, falava sobre planos de reforma da Fifa quando deu a entender que não deixará o cargo daqui a dois anos.

"Este será o último mandato, não do cargo, o último mandato da reforma", disse Blatter, sorrindo.

Depois, ele ignorou pedidos dos repórteres para esclarecer sua posição.

Anteriormente, Blatter havia declarado que pretendia deixar o cargo ao final do seu quarto mandato, mas em março já havia feito a ressalva de que só faria isso se encontrasse alguém que mantivesse seu legado.

O presidente da Uefa, Michel Platini, que também estava no congresso da CFA na Malásia, é há anos citado como possível sucessor de Blatter.

Eleito durante o congresso para presidir a CFA, o xeique bahrenita Salman Bin Ebrahim Al Khalifa disse que apoiaria a permanência de Blatter como presidente da Fifa.

"Se ele anunciar, é claro que sim", afirmou a jornalistas.   Continuação...

 
Presidente da Fifa, Joseph Blatter, fala durante coletiva de imprensa, em Havana. Blatter voltou a insinuar que pretende permanecer no cargo depois do seu atual mandato, que termina em 2015, e defendeu a inclusão de mais seleções asiáticas nas Copas do Mundo. 17/04/2013. REUTERS/Enrique De La Osa