Desempenho de Fábregas no Barcelona é questionado

sábado, 4 de maio de 2013 12:29 BRT
 

BARCELONA, 4 Mai (Reuters) - A comemoração do 26o aniversário de Cesc Fábregas, neste sábado, pode ter sido mais discreta do que o normal na esteira da eliminação do Barcelona da Liga dos Campeões na quarta-feira, a última de uma série de partidas essenciais nas quais ele não conseguiu impressionar.

O ex-capitão do Arsenal tem penado para se mostrar à altura das enormes expectativas que criou desde que voltou ao clube de sua juventude em 2011, até desencadeando especulações de que pode mudar de time novamente no final da atual campanha.

O técnico Pep Guardiola o deixou de fora de alguns dos jogos mais importantes perto do final da última temporada, e seu substituto, o ex-assistente Tito Vilanova, seguiu seus passos.

Fábregas atuou em 26 das 33 partidas do Barça no atual Campeonato Espanhol, mas só em metade dos 12 jogos da Liga dos Campeões.

Vilanova tem hesitado em escalá-lo, e vem alternando entre uma posição de meio-campo ofensivo e uma de atacante versátil semelhante àquela que Fábregas ocupa na seleção espanhola.

Se tem sido eficiente na liga espanhola, com 10 gols marcados, Fábregas não teve um desempenho confiável nos confrontos cruciais do Barça na Liga dos Campeões, nem contra o arquirrival Real Madrid no Campeonato Espanhol e na Copa do Rei.

Na quarta-feira, contra o Bayern, quando jogou na dianteira substituindo o contundido Lionel Messi, ele teve pouco impacto, apesar de jogar os 90 minutos.

Seu desempenho atraiu críticas de Edi Tubau, um jogador de hóquei espanhol que acusou Fábregas de uma falta de comprometimento "deprimente".

Parte da torcida o vaiou, e não pela primeira vez, apesar de ele ser oriundo da categoria de base imensamente exitosa do Barça.   Continuação...