Valência goleia Osasuna; Real adia título do Barça

sábado, 4 de maio de 2013 18:10 BRT
 

MADRI (Reuters) - O Valência se manteve à caça de um lugar na Liga dos Campeões com a goleada de 4 x 0 sobre um Osasuna com nove jogadores em casa, neste sábado, e as esperanças do Málaga de voltar ao torneio da elite europeia se desvaneceram após a derrota de 1 x 0 para o Granada no Campeonato Espanhol.

Roberto Soldado, atacante do Valência, iniciou o massacre aos 39 minutos, quando conferiu um rebote de Jonas, e Ricardo Costa somou o segundo para o time da casa a um minuto do intervalo.

Alejandro Arribas, zagueiro do Osasuna, recebeu um cartão vermelho aos 20 minutos do segundo tempo ao derrubar Soldado a caminho do gol, e Ever Banega bateu a cobrança de falta rente ao travessão.

A tarde deplorável do Osasuna ficou completa quando David Timor recebeu um segundo cartão amarelo a 15 minutos do encerramento e Jonas fez o quarto tento do jogo da marca do pênalti aos quatro minutos dos acréscimos.

O Valência está em quinto com 56 pontos de 34 em 38 partidas, dois atrás do Real Sociedad, que ocupa a quarta e última vaga para a Liga dos Campeões e visita o Getafe na segunda-feira.

Depois de se superar em sua estreia na Liga dos Campeões chegando às quartas de final, a derrota do Málaga deixa o time em sexto, três pontos atrás do Valência e quatro adiante do Real Betis, que enfrenta o líder Barcelona no domingo. A quinta e a sexta colocações garantem uma vaga automática na Liga Europa, a competição de segunda divisão do continente.

Odion Ighalo marcou o gol da vitória do Granada no clássico andaluz aos 28 minutos, quando desviou um cruzamento de Allan Nyom para dentro da rede e longe do goleiro Willy Caballero.

O êxito deu o 15º lugar e 35 pontos ao clube, dois pontos acima do Osasuna na 16ª posição. O Barcelona tem uma vantagem de 11 pontos sobre o Real Madrid, segundo colocado e atual campeão, e precisa de cinco pontos nos últimos cinco jogos para conquistar seu quarto título em cinco anos.

Uma vitória do Barcelona sobre o Betis seria suficiente, já que o time estaria pelo menos 13 pontos à frente faltando somente 12 partidas, se o Real não tivesse derrotado o Valladolid por 4 x 3 em casa neste sábado.

La Coruña e Atlético de Madri fazem o último jogo do sábado a partir das 17h (horário de Brasília).

(Por Iain Rogers)