Alemão Thomas Bach anuncia candidatura para presidência do COI

quinta-feira, 9 de maio de 2013 10:36 BRT
 

Por Karolos Grohmann

9 Mai (Reuters) - O alemão Thomas Bach se tornou nesta quinta-feira o primeiro candidato oficial à presidência do Comitê Olímpico Internacional (COI), salientando sua longa experiência esportiva.

Bach, campeão olímpico de esgrima em 1976, está no COI desde 1991 e é atualmente um dos vice-presidentes da organização, e também preside o Comitê Olímpico Alemão. Mesmo antes de anunciar a candidatura, ele já era amplamente citado como um dos favoritos à presidência.

O atual ocupante do cargo, Jacques Rogge, não pode mais ser reconduzido. Seu sucessor será escolhido numa sessão do COI marcada para 10 de setembro em Buenos Aires, quando também será escolhida a sede da Olimpíada de 2022.

"Ontem, informei pela primeira vez ao presidente do COI, Jacques Rogge, e então aos membros do COI sobre minha intenção de submeter minha candidatura à presidência do COI em junho", disse Bach a jornalistas nesta quinta-feira em Frankfurt.

"Desde meus primeiros treinos como menino até me tornar campeão olímpico em Montreal e até minhas atuais tarefas como presidente da DOSB (Comitê Olímpico Alemão), dediquei grande parte da minha vida ao esporte olímpico", afirmou.

"Graças a uma ampla gama de incumbências que tive o privilégio de receber no movimento olímpico, estou humildemente ciente da magnitude da tarefa de um presidente do COI", afirmou Bach, que é fluente em várias línguas.

O advogado de 59 anos, também presidente da Câmara Ghorfa de Comércio e Indústria Árabe-Alemã, salientou também sua experiência administrativa e sua "experiência na liderança nos esportes nacionais e internacionais, economia, política, direito e sociedade".

Ele disse que apresentará planos específicos para seu eventual mandato depois de 10 de junho, quando termina o prazo para a inscrição de candidatos.

Outros possíveis candidatos à presidência do COI incluem Ser Miang (Cingapura), Richard Carrion (Porto Rico), Denis Oswald e René Fasel (ambos da Suíça).

Dos oito presidentes que o COI já teve, sete foram europeus.

 
Presidente da Federação Alemã de Esportes Olímpicos, Thomas Bach, fala durante coletiva de imprensa, em Frankfurt. Bach se tornou o primeiro candidato oficial à presidência do Comitê Olímpico Internacional (COI), salientando sua longa experiência esportiva. 09/05/2013 REUTERS/Lisi Niesner