Moyes não planejava sair do Everton

sexta-feira, 10 de maio de 2013 12:41 BRT
 

LONDRES, 10 Mai (Reuters) - Apontado como próximo técnico do Manchester United, David Moyes disse que não esperava deixar o Everton após 11 anos no cargo e já havia iniciado o planejamento para a próxima temporada quando os gigantes de Old Trafford o chamaram esta semana.

Em um turbilhão no cenário do futebol britânico nos últimos dias, Alex Ferguson anunciou que estava para se aposentar como técnico, depois de 27 anos vitoriosos no Manchester United, na quarta-feira e no dia seguinte Moyes foi nomeado como seu sucessor.

A decisão de Ferguson de se retirar causou tremores ao redor do mundo do futebol e dominou as páginas de esportes esta semana na Grã-Bretanha. No entanto, qualquer conversa sobre o desafio a espera de Moyes no United foi considerado fora dos limites em sua coletiva de imprensa nesta sexta-feira.

"No devido tempo, vou tentar satisfazê-los e dizer alguma coisa para vocês", disse Moyes, de 50 anos, aos repórteres. "Mas eu os respeitaria hoje se vocês mantiverem as perguntas apenas sobre o Everton Football Club."

Apesar de não mencionar o seu novo clube, Moyes não teve reservas em descrever sua afeição pelo Everton e admitiu que ele estava pronto para ficar, apesar de seu contrato, que expirava no final da temporada e seu nome ligado a alguns clubes maiores.

"Eu não estava planejando deixar o Everton. Meu contrato estava acabando, mas se você me pressionasse eu diria que a minha mente estava inclinada em permanecer no Everton. Eu tinha tudo no lugar para a próxima temporada, todos os preparativos de pré-temporada, o presidente sabia o caminho pelo qual eu queria que seguíssemos em frente."

Moyes, que conquistou no Everton uma colocação entre os quatro primeiros na primeira divisão britânica na temporada 2004-05 e também levou a equipe a uma final da FA Cup, disse que entenderia se os torcedores de Goodison Park ficarem chateados com a decisão dele em aceitar o desafio de substituir Ferguson.

"Se os fãs não reagirem bem eu entendo, porque você apoia o seu time."

"Eu era relativamente desconhecido ao vir do Preston (seu clube anterior). Eles me apoiaram e eu gostaria de agradecê-los por esse apoio. Não é normal um técnico ficar em um emprego por 11 anos, e sem o apoio dos torcedores isso não teria acontecido".

(Por Mike Collett)

 
Técnico do Everton, David Moyes, sorri durante coletiva de imprensa antes de partida pela Copa UEFA contra o Standard Liege, em Liége, na Bélgica. Apontado como próximo técnico do Manchester United, Moyes disse que não esperava deixar o Everton após 11 anos no cargo e já havia iniciado o planejamento para a próxima temporada quando os gigantes de Old Trafford o chamaram esta semana. 1/10/2008. REUTERS/Sebastien Pirlet