14 de Maio de 2013 / às 15:08 / 4 anos atrás

Felipão deixa Ronaldinho de fora e chama Bernard para Copa das Confederações

Ronaldinho Gaúcho, do Atlético Mineiro, acena para os torcedores ao lado do companheiro de equipe Bernard, durante treino em La Paz, na Bolívia. O técnico Luiz Felipe Scolari convocou nesta terça-feira a seleção brasileira que disputará a Copa das Confederações em junho e deixou de fora o meia Ronaldinho Gaúcho. A novidade na lista de convocados para a competição que serve de preparação para o Mundial do ano que vem é o meia-atacante Bernard. 11/03/2013.David Mercado

RIO DE JANEIRO, 14 Mai (Reuters) - O meia Ronaldinho Gaúcho está fora da Copa das Confederações e o jovem Bernard foi incluído na lista da seleção brasileira para o torneio, anunciada nesta terça-feira pelo técnico Luiz Felipe Scolari, numa convocação com poucos jogadores experientes.

O meia Kaká, do Real Madrid, também ficou de fora da lista de 23 jogadores para a competição, que será disputada em junho em seis cidades brasileiras.

"De acordo com alguns critérios nos jogos em que participamos e de acordo com alguns critérios pessoais e critérios em que envolvam participação de grupo, esses foram os escolhidos", disse Felipão em entrevista coletiva no Rio de Janeiro.

O treinador não quis comentar a ausência de Ronaldinho. Aos 33 anos, o meia é destaque na boa campanha do Atlético Mineiro na temporada, embora não tenha jogado bem nas partidas em que atuou pela seleção neste ano.

"Muitas vezes a gente é contestado pela escolha de A,B ou C", afirmou Felipão, acrescentando que o "bem-estar da equipe" é o mais importante.

"Se não der certo, é normal que vá acontecer (críticas). O pau vai comer, eu sei disso."

A maior novidade na convocação é o meia-atacante Bernard, de 20 anos, que também vem se destacando no Atlético-MG.

Felipão explicou que Bernard já teria tido oportunidade na seleção se não fosse uma contusão no ombro. Jogador rápido, o treinador disse que ele "usa a lateral de campo de forma esplêndida".

"É um jogador jovem, com muita qualidade e que, recebendo essa oportunidade, vai se superar para continuar (na seleção)", disse o treinador, já pensando na Copa do Mundo de 2014.

A Copa das Confederações, que começará em 15 de junho com a partida entre Brasil e Japão, será o primeiro torneio de Felipão desde o retorno à seleção brasileira e é considerada pelo treinador um teste para a Copa.

Apesar disso, o treinador incluiu poucos atletas experientes em sua lista. Apenas quatro já disputaram um Mundial: Júlio César, Daniel Alves, Thiago Silva e Fred.

"Provavelmente 13, 14 ou 15 jogadores ainda não disputaram uma competição oficial com a seleção brasileira, e para jogar uma competição muito importante como o Mundial, eles também tem que receber oportunidade de disputar uma competição como essa, para que a gente possa observá-los", disse Felipão.

"Podemos ter alguma dificuldade na experiência, mas também podemos ganhar muito com a jovialidade", completou.

Antes da Copa das Confederações, o Brasil disputa dois amistosos: contra a Inglaterra, em 2 de junho, no estádio do Maracanã, e diante da França, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, uma semana depois.

Felipão, campeão mundial em 2002, comandou o time em cinco partidas desde a volta à seleção, no final do ano passado. A equipe perdeu em 2013 para Inglaterra e empatou com Itália e Rússia em jogos disputados na Europa, com todos os atletas disponíveis.

Com jogadores que atuam no Brasil, veio a primeira vitória, diante da Bolívia, mas também um empate com o Chile no Mineirão, onde os jogadores brasileiros foram vaiados.

A seleção inicia sua campanha no Grupo A da Copa das Confederações em Brasília, contra o Japão, e depois encara o México em Fortaleza e a Itália em Salvador.

No Grupo B estão Espanha, Uruguai, Nigéria e Taiti. As outras três cidades brasileiras que vão sediar jogos do torneio são Belo Horizonte, Recife e Rio de Janeiro, palco da final, em 30 de junho.

Veja a lista de convocados.

Goleiros: Júlio César (Queens Park Rangers), Diego Cavalieri (Fluminense) e Jefferson (Botafogo)

Laterais: Daniel Alves (Barcelona), Marcelo (Real Madrid), Jean (Fluminense) e Filipe Luís (Atlético de Madri)

Zagueiros: Dante (Bayern de Munique), David Luiz (Chelsea), Thiago Silva (Paris St Germain) e Réver (Atlético-MG)

Meias: Fernando (Grêmio), Luiz Gustavo (Bayern de Munique), Paulinho (Corinthians), Hernanes (Lazio), Lucas (Paris St Germain), Oscar (Chelsea), Bernard (Atlético Mineiro) e Jádson (São Paulo)

Atacantes: Fred (Fluminense), Hulk (Zenit), Leandro Damião (Internacional) e Neymar (Santos)

Por Tatiana Ramil; Edição de Eduardo Simões

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below