Após atrasos, Brasília inaugura estádio para Copa das Confederações

sábado, 18 de maio de 2013 13:34 BRT
 

BRASÍLIA, 18 Mai (Reuters) - O estádio de Brasília tornou-se neste sábado o quinto a ser inaugurado para a Copa das Confederações, depois de atrasos e a um custo estimado em 1 bilhão de reais. A inauguração ocorreu com a presença da presidente Dilma Rousseff, que deu pontapé inicial em uma bola colocada no centro do campo.

Das seis arenas brasileiras que vão receber partidas da competição de junho, apenas a Arena Pernambucano ainda não foi aberta, o que vai ocorrer na segunda-feira.

A nova arena de Brasília, inagurada com 97 por cento das obras concluídas, vai sediar o jogo de abertura da Copa das Confederações, entre Brasil e Japão em 15 de junho, e outras sete partidas do Mundial de 2014.

O jogo de inauguração do estádio acontece na tarde deste sábado, com a final do campeonato local, entre Brasília e Brasiliense. O público será de 22 mil pessoas, pouco menos de um terço da capacidade total, que é de cerca de 71 mil lugares.

No dia 26, será realizado o segundo evento-teste, desta vez com 69.200 ingressos, para a partida entre Santos e Flamengo, pelo Campeonato Brasileiro.

A reforma do estádio Nacional Mané Garrincha tem um custo estimado pelo governo do Distrito Federal em 1 bilhão de reais. "Mas só será possível fazer essa definição após a conclusão da obra", informou o governo do DF.

As obras, que começaram em julho de 2010, sofreram atrasos, assim como a maioria das seis arenas da Copa das Confederações. Apenas duas ficaram prontas no prazo inicial estabelecido pela Fifa (dezembro de 2012): o Castelão, em Fortaleza, e o Mineirão, em Belo Horizonte. Devido aos atrasos nas obras, a Fifa estendeu a entrega até abril.

No entanto, a inaguração do estádio de Brasília, previsto para 21 de abril, teve que ser adiada para este mês porque não houve condições para o plantio adequado do gramado.

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, visitou o estádio esta semana e o colocou como um dos mais bonitos do mundo.

"Se me perguntarem meu estádio favorito no mundo, digo que Brasília está na primeira lista. Tenho certeza de que daqui, na abertura da Copa das Confederações, os torcedores vão ficar deslumbrados", disse Valcke.

(Por Tatiana Ramil)

 
Vista geral do Estádio Nacional Mané Garrincha durante sua inauguração em Brasília. O estádio de Brasília tornou-se neste sábado o quinto a ser inaugurado para a Copa das Confederações, depois de atrasos e a um custo estimado em 1 bilhão de reais. A inauguração ocorreu com a presença da presidente Dilma Rousseff, que deu pontapé inicial em uma bola colocada no centro do campo. 18/05/2013. REUTERS/Ueslei Marcelino