Real Madrid e Mourinho consideram temporada como "desastrosa"

sábado, 18 de maio de 2013 15:25 BRT
 

MADRI (Reuters) - O Real Madrid e José Mourinho estão revirando os escombros do que o técnico português qualificou como "desastrosa" campanha de 2012-13, depois que a derrota na final da Copa do Rei deixou o time mais rico do mundo sem nenhum grande troféu na atual temporada.

Com a vitória do Atlético de Madrid de virada por 2 x 1 na casa do Real, Mourinho - que muitos esperavam ver sair ao final da campanha - encerrou a temporada sem nenhum troféu importante pela primeira vez em uma carreira até então brilhante.

O fiasco representa um revés para o auto-denominado "especial" Mourinho, assim como para Florentino Pérez, presidente do Real que atraiu o português da Inter de Milão a um alto custo em 2010 e muitas vezes se referiu a ele como "o melhor técnico do mundo".

Obcecado com a conquista de uma décima coroa europeia que escapa do Real desde 2002, Pérez torrou mais de 400 milhões de euros (cerca de 1,2 bilhão de reais) em jogadores desde que voltou ao comando do clube em 2009, incluindo a contratação recorde de Cristiano Ronaldo por 94 milhões de euros. (cerca de 282 milhões de reais).

Até agora, esse investimento rendeu uma Copa do Rei em 2011, na primeira temporada de Mourinho, e o título da liga espanhola no ano passado com a cifra de 100 pontos marcados, pouco para um time tão ambicioso e rico quanto o Real.

Nove vezes campeão europeu, o Real foi eliminado na semi-final da Liga dos Campeões em cada uma das três campanhas de Mourinho e entregou seu troféu no Campeonato Espanhol para o Barcelona na semana passada, o quarto de seus arquirrivais em cinco anos.

A derrota para o Atlético na prorrogação na sexta-feira foi ainda mais dolorosa, e danosa para a imagem do time, pela expulsão de Mourinho do banco por protestar furiosamente contra uma decisão do árbitro e por um cartão vermelho dado a Ronaldo por chutar na direção de Gabi, capitão do Atlético, e atingi-lo no rosto.

Mourinho, que pouco fez para conter as especulações de que está voltando para o Chelsea, passou boa parte da coletiva de imprensa após o jogo defendendo seus feitos no Real e clamando que o Atlético não mereceu vencer a partida.

"O que para muitos seria uma boa temporada foi a minha pior", disse ele aos repórteres. "Chegamos perto, mas isso não existe no futebol."   Continuação...

 
Técnico do Real Madrid, José Mourinho, se concentra antes do início da final da Copa do Rei contra o Atlético de Madrid, no estádio Santiago Bernabéu, em Madrid. O Real Madrid e José Mourinho estão revirando os escombros do que o técnico português qualificou como "desastrosa" campanha de 2012-13, depois que a derrota na final da Copa do Rei deixou o time mais rico do mundo sem nenhum grande troféu na atual temporada. 17/05/2013. REUTERS/Juan Medina