May 19, 2013 / 2:20 PM / in 4 years

Gritos de gol do Boca interrompem 100 dias sem vitória

3 Min, DE LEITURA

Por Rex Gowar

BUENOS AIRES (Reuters) - O Boca Juniors encerrou uma sequência de 12 jogos sem vitória no Campeonato Argentino ao vencer o Colón por 1 x 0 no sábado, mas o grito de comemoração de Juan Manuel Martínez não foi ouvido por nenhum torcedor no Estádio La Bombonera.

O jogo do Campeonato Argentino foi disputado com portões fechados no estádio do Boca, famoso pela atmosfera ensurdecedora, por causa das confusões dos torcedores no "superclássico" contra o River Plate duas semanas atrás.

O Boca não vencia um jogo de liga há 100 dias, desde a primeira semana do Torneio Final. Os pontos de sábado elevaram o time ao 17o lugar na classificação, com 13 pontos em 14 jogos.

Martínez marcou três minutos depois do intervalo, e o defensor do Boca, Claudio Pérez, ainda impediu o empate do Colón ao cortar a bola em cima da linha de meta com uma bicicleta.

"Vencer nos deixou mais calmos", disse o treinador do Boca, Carlos Bianchi, a repórteres. "Uma vitória pode trazer outra vitória."

O resultado deve dar tranquilidade ao Boca na partida com casa cheia contra o Newell's Old Boys pelas quartas de final da Copa Libertadores, na primeira partida de quinta-feira.

Será o primeiro de três encontros em uma semana com o Newell's, que está na ponta da tabela com 29 pontos após o empate por 1 x 1 com o Quilmes.

O Newell's vai receber o Boca no Estádio Marcelo Bielsa, em Rosário, pelo Campeonato Argentino no próximo final de semana, e mais uma vez na segunda partida do torneio de elite da América do Sul, na quarta-feira seguinte.

pênalti Perdido

O atacante Ignacio Scocco chegou a 10 gols como o artilheiro do campeonato ao colocar o Newell's à frente depois de oito minutos de partida em Quilmes.

Scocco, no entanto, perdeu um pênalti aos 31 minutos, salvo pelo goleiro Silvio Dulcich, antes do gol de empate de Miguel Caneo, a quatro minutos do fim de jogo.

O atual campeão Vélez Sarsfield foi eliminado pelo Newell's nas oitavas de final da Libertadores na última quarta-feira, e perdeu mais uma vez, desta vez pela liga, para o Godoy Cruz, por 3 x 1.

"A eliminação do time na Copa foi um golpe duro, e disputar uma partida menos de 72 horas depois foi bastante complicado", disse o treinador do Vélez, Ricardo Gareca.

O Vélez, campeão do Torneio Inicial, em dezembro, está tendo um pobre Torneio Final, pois se concentrou na Copa Libertadores, e ocupa a vice-lanterna da competição com 11 pontos em 14 jogos.

Entretanto, eles não se preocupam com o rebaixamento, já que na Argentina isso é decidido na média de pontos das equipes em três temporadas, e o Vélez ocupa a ponta dessa classificação.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below