Uruguai prioriza eliminatórias e não Copa das Confederações, diz técnico

segunda-feira, 27 de maio de 2013 21:17 BRT
 

MONTEVIDÉU, 27 Mai (Reuters) - A seleção uruguaia de futebol está em uma "situação complicada" nas eliminatórias da Copa do Mundo de 2014 e concentrará seus esforços no compromisso de junho contra a Venezuela em detrimento da Copa das Confederações, disse nesta segunda-feira seu treinador, Oscar Tabárez.

O Uruguai não jogará na próxima data das eliminatórias sul-americanas, que será disputada em 7 de junho, e depois enfrentará a Venezuela, dia 11, na cidade caribenha de Puerto Ordaz, antes de partir até o Brasil para a Copa das Confederações, que acontecerá de 15 a 30 de junho.

"Temos claro que não temos muito tempo, porque se fala muito de que temos tempo para a Copa das Confederações. Nem tanto. Vamos utilizar o tempo pensando na partida com a Venezuela, que serve também para a Copa Confederações, mas não vai ser uma preparação específica", disse Tabárez.

A Argentina lidera as eliminatórias com 24 pontos, seguida por Equador com 20, Colômbia com 19 e Venezuela e Chile com 15 cada um. A "Celeste" está em sexto lugar com 13 pontos. Os quatro primeiros se classificam para o Mundial, enquanto o quinto disputará uma repescagem contra uma equipe da Ásia.

A partida com o Uruguai é "uma oportunidade que a (Venezuela) vai tentar aproveitar", segundo Tabárez, destacando que para a "Celeste" a "busca de pontos é algo que não pode esperar".

"Nós estamos em uma situação complicada", acrescentou o treinador, para quem a Venezuela está "fazendo bem as coisas há algum tempo" e rivais como Equador, Colômbia e Peru "são superiores aos da eliminatória passada".

Na Copa das Confederações, o Uruguai está no Grupo B junto com Espanha, Nigéria e Taiti.

(Reportagem de Felipe Llambías)