Federer dá lição brutal a Devvarman em Roland Garros

quarta-feira, 29 de maio de 2013 18:10 BRT
 

PARIS, 29 Mai (Reuters) - O tenista indiano Somdev Devvarman descobriu uma das verdades mais brutais do esporte nesta quarta-feira depois que o suíço Roger Federer, 17 vezes campeão de torneios do Grand Slam, lhe ensinou que há pouco espaço para a misericórdia em sua intensa busca pelo sucesso.

Federer passou por cima do rival por 6-2, 6-1 e 6-1 na segunda rodada do Aberto da França em partida que demorou pouco mais de uma hora e na qual seu rival fez pouco para ameaçar suas ambições de título.

Ainda assim, foi uma lição dura para Devvarman, 188º colocado no ranking mundial, que aprendeu o tamanho da distância que separa os melhores daqueles que disputam na outra ponta do tênis mundial.

"Eu senti que estava jogando de cadeira de rodas e ele estava simplesmente em um PlayStation", disse o indiano, mostrando tanta sensibilidade com o politicamente correto quanto seus golpes na bola tinham agressividade.

Não que Devvarman, que nunca foi além da segunda rodada de um Grand Slam e que teve de passar pelo torneio classificatório em Roland Garros, esperasse algum favor.

"É um Grand Slam e você não espera que o cara tire o pé do acelerador,. Ele provavelmente estava preocupado com a chuva ou com a luz natural e não queria passar muito tempo em quadra."

(Reportagem de Toby Davis)