Bilhões são roubados na preparação de Olimpíadas de Sochi, diz oposição russa

quinta-feira, 30 de maio de 2013 14:50 BRT
 

MOSCOU, 30 Mai (Reuters) - Empresários e autoridades russas roubaram até 30 bilhões de dólares de fundos destinados aos preparativos para os Jogos Olímpicos de Inverno de Sochi no próximo ano, de acordo com um relatório divulgado nesta quinta-feira por opositores do presidente Vladimir Putin.

Putin, que tem apostado a sua reputação no sucesso dos Jogos de Inverno, enfrenta críticas por acusações de corrupção e o estouro dos custos que fizeram subir o orçamento do evento para 50 bilhões de dólares -- cinco vezes mais do que o inicialmente planejado.

"A principal conclusão do primeiro capítulo do nosso relatório é que, na preparação para os Jogos Olímpicos, de 25 bilhões a 30 bilhões de dólares foram roubados", disse o líder da oposição russa Boris Nemtsov a repórteres.

O relatório, escrito por Nemtsov e Leonid Martynyuk, outro crítico de Putin, alega que os complexos esportivos mais caros construídos para os Jogos foram contratados sem concursos ou licitações públicas.

Autoridades do governo já rejeitaram as denúncias de corrupção generalizada em torno dos jogos e têm defendido os estouros nos custos.

(Por Elizabeth Shockman)