Brasil fica no empate com Inglaterra no Maracanã e aumenta jejum

domingo, 2 de junho de 2013 18:47 BRT
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO, 2 Jun (Reuters) - A seleção brasileira desperdiçou a reabertura do Maracanã e ficou apenas num empate por 2 x 2 com a Inglaterra, neste domingo, aumentando um jejum sem vencer as principais seleções do mundo desde 2009.

Wayne Rooney e Alex Oxlade-Chamberlain fizeram os gols dos ingleses depois que Fred abriu o marcador para o Brasil, no segundo tempo, após uma primeira etapa dominada de forma ineficiente pelos brasileiros, que ameaçaram bastante mas não conseguiram marcar.

A última vitória do Brasil contra uma seleção de ponta fora justamente contra a Inglaterra, em novembro de 2009, quando o time ainda era treinado por Dunga.

"Infelizmente não foi o resultado que esperávamos, mas saímos com a sensação que demos o máximo, principalmente no primeiro tempo. Criamos muitas oportunidades, infelizmente a bola não quis entrar", disse após a partida o atacante Fred.

O técnico Luiz Felipe Scolari surpreendeu na escalação do Brasil neste domingo, com as entradas do lateral-esquerdo Felipe Luis, do meia Luis Gustavo e do meia-atacante Hulk no lugares de Marcelo, Fernando e Lucas, em relação ao time que treinou na maior parte do tempo durante a semana.

O time precisou de 15 minutos para se adaptar à partida, e a partir de então dominou o adversário no primeiro tempo. O gol brasileiro só não saiu porque o goleiro inglês Joe Hart fez algumas defesas difíceis, a principal delas num chute de Neymar de dentro da pequena área, aos 17 minutos.

O atacante teve outra boa oportunidade quatro minutos depois, numa jogada individual em que livrou-se do marcador com um belo drible e bateu colocado da entrada da área. A bola passou perto da trave.

Além de Neymar, o Brasil teve boas chances na primeira etapa com Fred, Oscar e Hulk -- este último quase marcou um gol de placa minutos após ser vaiado pela torcida por um chute torto.   Continuação...

 
A seleção brasileira empatou por 2 x 2 em amistoso com a Inglaterra no Maracanã. 2/6/2013 REUTERS/Pilar Olivares