Nadal supera interrupções, atropela Ferrer e conquista 8o título em Paris

domingo, 9 de junho de 2013 14:56 BRT
 

Por Pritha e Sarkar

PARIS, Jun (Reuters) - Nem mesmo um manifestante seminu que invadiu a quadra com um sinalizador vermelho e a obstinação de David Ferrer foram capazes de deter um irrepreensível Rafael Nadal, que conquistou nesse domingo seu oitavo título no Aberto da França, um recorde, com vitória fácil por 3 sets a zero: 6-3, 6-2 e 6-3.

O Rei do Saibro foi pego de surpresa no sexto game do segundo set quando um homem com uma máscara branca pulou as arquibancadas com um sinalizador e invadiu a quadra em direção a ele, antes que pudesse ser detido pelos seguranças.

Foi a segunda interrupção em poucos minutos, logo depois de um homem e uma mulher exibirem cartazes com os dizeres "A França não respeita os direitos das crianças" no setor superior das arquibancadas --elas também foram levados para fora da quadra Phillippe Chatrier.

Em quadra, Nadal mostrou que nenhum oponente é páreo em Roland Garros, e se transformou no primeiro atleta a vencer um mesmo Grand Slam oito vezes desde a Era Aberta do tênis (1968), emplacando um recorde de 59 vitórias e apenas uma derrota nas quadras de saibro do Aberto da França.

"Eu nunca sonhei com isso, de ter essa supremacia (oito títulos)", disse Nadal, terceiro cabeça-de-chave do torneio, que retornou ao circuito em fevereiro depois de sete meses afastado se recuperando de uma lesão no joelho, e que recebeu a Taça dos Mosqueteiros, nome do troféu dado ao campeão do Aberto da França, das mãos do campeão olímpico Usain Bolt.

Ferrer lutou, mas não evitou a derrota. O vice-campeão saiu aplaudido pelos 15 mil torcedores presentes e embolsou um cheque de 750 mil euros.

"Durante essas duas semanas, eu joguei um ótimo tênis. Mas eu gostaria de lembrar que Nadal merece, ele é o melhor", disse Ferrer em seu discurso após o jogo.

Os tristes incidentes do segundo set momentaneamente ofuscaram o brilho de Nadal, incansável na busca pelo oitavo troféu, mas surpreendeu também a incomum temperatura de Paris para esta época do ano: apenas 16 graus Celsius.   Continuação...

 
Espanhol Rafael Nadal posa com troféu ao lado do atleta jamaicano Usain Bolt em Paris. Nadal venceu o também espanhol David Ferrer por 6-3 6-2 6-3 na final do Aberto da França, neste domingo. 06/06/2013 REUTERS/Christophe