Manifestantes interrompem final do Aberto da França

domingo, 9 de junho de 2013 15:19 BRT
 

RARIS, 9 Jun (Reuters) - Quatro manifestantes, um deles empunhando sinalizadores, interromperam brevemente a final do Aberto da França durante a partida dos espanhóis Rafael Nadal e David Ferrer neste domingo, vencida por Nadal.

Dois dos manifestantes, seminus, surgiram na primeira fileira da arquibancada atrás dos bancos dos jogadores na quadra Phillippe Chatrier no fim do sexto game do segundo set, com um deles acendendo um sinalizador dentro da quadra.

O manifestante com o sinalizador, que usava uma máscara branca, pulou na quadra e correu em direção a Nadal, mas foi derrubado por um membro da equipe de segurança antes de ser levado para fora do complexo.

"A situação está sob controle. Agora está nas mãos da polícia", disse o diretor de torneio Christophe Fagniez.

Pouco antes, dois outros manifestantes haviam sido tirados das arquibancadas superiores depois de exibirem um cartaz com os dizeres "A França não respeita os direitos das crianças."

Outros seis, também seminus e com sinalizadores, foram aos degraus mais altos da quadra vizinha, a Suzanne Lenglen, com um cartaz pedindo a saída de François Hollande da presidência da França. Eles também foram retirados pelos seguranças.

No último mês, o presidente francês François Hollande assinou uma lei permitindo o casamento entre pessoas do mesmo sexo, e teve como resposta uma série de protestos violentos da ala conservadora na França.

O primeiro casamento entre pessoas do mesmo sexo foi celebrado no último dia 29 de maio em Montpellier.

(Por Julien Pretot)

 
Seguranças tentam conter manifestantes durante a partida final do Aberto da França, em Paris. Os manifestantes, um deles empunhando sinalizadores, interromperam brevemente a partida dos espanhóis Rafael Nadal e David Ferrer neste domingo, vencida por Nadal. 09/06/2013 REUTERS/Stephane Mahe