Jogadores da Nigéria entram em greve e perdem voo para o Brasil

quinta-feira, 13 de junho de 2013 13:48 BRT
 

WINDHOEK, Namíbia, 13 Jun (Reuters) - O time de futebol da Nigéria entrou em greve nesta quinta-feira, recusando-se a deixar seu hotel na Namíbia e perdendo o voo para o Brasil, onde eles deveriam competir na Copa das Confederações que tem início no fim de semana.

"Eles se recusam a sair", disse o secretário-geral da Associação de Futebol da Namíbia, Barry Rukoro, à Reuters. "Eles deveriam ir às 11 horas desta manhã, mas disseram que sua associação lhes deve dinheiro e querem a questão resolvida antes de deixar o hotel".

"Todos os funcionários partiram em um voo no início desta manhã, mas os jogadores e o técnico ainda estão aqui. Até agora não há nenhuma indicação de que estejam saindo."

Fontes disseram que os jogadores nigerianos estavam irritados por conta do não pagamento de bônus em dinheiro prometidos pela vitória sobre o Quênia nas eliminatórias da Copa do Mundo, na semana passada.

Foi prometido aos jogadores o pagamento após a partida de quarta-feira contra a Namíbia, em Windhoek, onde um empate em 1 x 1 deixou os campeões africanos mais perto da classificação para a Copa do Mundo do próximo ano no Brasil.

A equipe de 23 jogadores da Nigéria deveria voar de Windhoek para Johanesburgo e pegar uma conexão para o Brasil, onde deveriam chegar na noite de quinta-feira, confirmou um porta-voz da Fifa, em Zurique.

A primeira partida da Nigéria na competição é contra o Taiti, em Belo Horizonte, na segunda-feira.

(Por Mark Gleeson)

 
Jogador da Nigéria, Ezeh Emeka, recebe cartão amarelo durante o segundo tempo do amistoso internacional contra o México, em Houston, nos EUA. O time de futebol da Nigéria entrou em greve nesta quinta-feira, recusando-se a deixar seu hotel na Namíbia e perdendo o voo para o Brasil, onde eles deveriam competir na Copa das Confederações que tem início no fim de semana. 31/05/2013. REUTERS/Richard Carson