Com três gols, Messi supera marca de Maradona na seleção argentina

sábado, 15 de junho de 2013 11:36 BRT
 

15 Jun (Reuters) - Lionel Messi marcou três gols para ajudar uma Argentina de segunda categoria a obter uma vitória fácil de 4 x 0 sobre a Guatemala em um amistoso, superando a marca de Diego Maradona em disputas internacionais.

Messi, que entrou como reserva nas classificatórias recentes contra Colômbia e Equador para a Copa do Mundo, entrou na escalação principal e colocou os argentinos na dianteira aos 15 minutos com um tiro de canhota dentro da grande área.

O meia-atacante, que já fez três trincas de gols para sua seleção, cruzou para Augusto Fernández conferir o segundo de cabeça aos 35 minutos, e quatro minutos depois converteu um pênalti.

Aos quatro minutos do segundo tempo, ele fez seu terceiro gol, quando Ezequiel Lavezzi fez um cruzamento baixo pela direita e Messi rolou para dentro do gol casualmente após ser deixado sem marcação.

Tirando Messi, o técnico Alejandro Sabella escalou um time altamente experimental para a partida de sexta-feira à noite na casa do adversário.

Messi, cujas trincas de gols anteriores foram contra Suíça e Brasil no ano passado, foi substituído aos 24 minutos da etapa complementar depois de levar sua marca de gols em disputas internacionais para 35 gols, que de acordo com a mídia argentina representa um a mais que o total de Maradona e o nivela com Hernán Crespo como segundo maior artilheiro da seleção. Gabriel Batitusta detém o recorde com 56 gols.

"Isso foi o menos importante", disse Messi ao canal argentino TyC Sports quando indagado sobre a superação da marca de Maradona. "Queríamos jogar bem neste amistoso. A atitude do time foi correta".

A próxima partida da Argentina será outro amistoso com a Itália, no campo dos rivais em 14 de agosto.

(Por Brian Homewood)