ENTREVISTA-Dono da 9, Fred diz que vai "resolver" sempre que time precisar

segunda-feira, 17 de junho de 2013 14:39 BRT
 

Por Pedro Fonseca

RIO DE JANEIRO, 17 Jun (Reuters) - Ainda que a camisa 10 seja a mais emblemática da seleção brasileira, não se pode desprezar o peso da 9, especialmente pelo papel desempenhado por Ronaldo. Fred, o atual dono do número destinado aos artilheiros, promete "resolver" sempre que o time precisar e vê o Mundial de 2014 como "ápice" da carreira.

"Na posição que eu jogo, não dá pra ser diferente. O que se espera de um camisa 9 é estar sempre preparado e fazendo os gols", disse o atacante, escolhido pelo técnico Luiz Felipe Scolari para ser o homem de referência do ataque do Brasil na Copa das Confederações, em entrevista à Reuters.

Fred, de 29 anos, está entre os mais experientes do time que tenta levar o Brasil ao título na primeira competição mundial disputada em casa desde a derrota para o Uruguai na Copa do Mundo de 1950. Tem na bagagem, inclusive, a disputa do Mundial de 2006. Mas até o ano passado parecia improvável que ele tivesse outra oportunidade.

Sem espaço na equipe sob comando dos antecessores Dunga e Mano Menezes, tanto por contusões como por supostos problemas fora de campo, o jogador teve suas esperanças renovadas com a chegada de Felipão ao comando do time, no fim de 2012.

Com quatro gols em seis jogos disputados desde a volta do treinador pentacampeão do mundo, o atacante consolidou-se como o homem responsável por empurrar para as redes as jogadas de Neymar, Oscar e companhia.

Além dos gols, Fred conta com outro quesito importante aos artilheiros: a autoconfiança. "Qualquer oportunidade que aparecer, eu não vou desperdiçar. Sempre que a seleção precisar de mim, eu vou resolver."

A Copa das Confederações, que começou no sábado com a vitória do Brasil por 3 x 0 sobre o Japão, é vista como o teste para Fred acabar de vez com a desconfiança e confirmar sua vaga no palco principal do futebol mundial.

"Disputar uma Copa do Mundo como titular seria o ápice da minha carreira. Imagino todos os dias disputar esse Mundial e estou muito focado nesse projeto, que é um sonho de todo jogador. Vestindo essa camisa 9, então...", afirmou o atacante, em entrevista concedida à Reuters por email da concentração da seleção, antes da estreia no torneio.   Continuação...

 
Atacante Fred durante treino da seleção brasileira em Brasília antes da estreia na Copa das Confederações. 14/06/2013 REUTERS/Ueslei Marcelino