Felipão repete time e quer mais velocidade contra o México

terça-feira, 18 de junho de 2013 18:11 BRT
 

Por Tatiana Ramil

FORTALEZA, 18 Jun (Reuters) - Contra uma equipe com bom retrospecto contra a seleção brasileira, o técnico Luiz Felipe Scolari projeta um esquema de mais velocidade para furar o bloqueio do México na partida de quarta-feira, no estádio Castelão, em Fortaleza.

Após vencer o Japão por 3 x 0 na estreia na Copa das Confederações, o Brasil enfrenta o time que o derrotou na final dos Jogos Olímpicos de Londres, em 2012, e que deve atuar com uma marcação forte, segundo o treinador brasileiro.

"O estilo de jogo e a proposta do México são bem diferentes do Japão. Se não trabalharmos rapidamente a bola, teremos muitas dificuldades", disse Felipão em entrevista coletiva nesta terça-feira.

O treinador disse que mostrará nesta noite aos atletas brasileiros um material sobre o estilo de jogo do México.

O último encontro entre as seleções principais de Brasil e México terminou com vitória dos comandados de José Manuel de la Torre por 2 x 0, em junho do ano passado, quando o Brasil ainda era liderado por Mano Menezes.

"Tenho uma ideia de como joga o México. Pode ser que com o Brasil haja uma superação mental… o México sempre representa alguma dificuldade a mais", declarou Felipão, lembrando que perdeu o único confronto com os mexicanos em sua primeira passagem pela seleção, na Copa América de 2001.

Mas a lembrança mais recente é a final olímpica em Londres, em que o atacante Hulk marcou o gol do Brasil na derrota por 2 x 1 em Wembley.

"A diferença é que agora são seleções mais experientes. Infelizmente perdemos a final, mas agora vamos enfrentar a equipe principal do México. Com certeza vai ser um grande jogo, a seleção do México nos causa bastante dificuldade", disse o jogador do Zenit, da Rússia.   Continuação...