Fortaleza tem confronto entre manifestantes e polícia antes de jogo do Brasil

quarta-feira, 19 de junho de 2013 15:59 BRT
 

Por Tatiana Ramil

FORTALEZA, 19 Jun (Reuters) - Manifestantes ocuparam ruas de acesso ao estádio Castelão e entraram em confronto com a polícia nesta quarta-feira, antes da partida entre Brasil e México pela Copa das Confederações em Fortaleza, informou a Secretaria de Segurança Pública do Ceará.

Segundo a secretaria, os manifestantes avançaram sobre uma barreira policial montada em frente ao estádio e houve confronto.

"Os policiais tiveram que atuar e os manifestantes começaram a deixar o local", disse à Reuters o assessor da secretaria Henrique Silvestre, que não soube precisar o número de pessoas no protesto, citando apenas que "milhares" estavam nas ruas.

De acordo com a Polícia Militar do Ceará, oito policiais ficaram feridos no confronto, sem muita gravidade.

Os manifestantes protestavam principalmente contra os gastos do Brasil com a Copa das Confederações e o Mundial de 2014. De acordo com o Ministério do Esporte, o custo da Copa do Mundo subiu de 25,5 bilhões de reais em abril para 28 bilhões de reais atualmente. O valor total previsto de gasto com o Mundial é de 33 bilhões de reais até 2014.

Muitas obras sofreram com atrasos e estouro de orçamento. A reforma do Maracanã, palco da final da Copa do Mundo, por exemplo, passou de um orçamento inicial de 705 milhões de reais para cerca de 1,2 bilhão. Também houve aumento de gastos e atrasos em outros estádios.

Jovens carregando cartazes com frases cobrando melhores serviços de saúde e educação, e contra a corrupção, se aglomeraram em ruas próximas ao Castelão, fazendo com que a polícia reforçasse a segurança antes da partida.

Mais de 60 mil torcedores são esperados na Arena Castelão para o jogo.

Também houve confronto entre manifestantes e a polícia antes da partida Brasil x Japão, no sábado, em Brasília. Um grupo de centenas de pessoas bloqueou parte da entrada dos torcedores e a Polícia Militar usou bombas de efeito moral e de gás lacrimogêneo para dispersar o protesto.

Manifestantes também entraram em confronto com a polícia no entorno do Maracanã antes do jogo Itália x México, no domingo, no Rio.