Se Espanha marcar 20 gols, ficaremos felizes em marcar um, diz técnico do Taiti

quarta-feira, 19 de junho de 2013 20:59 BRT
 

RIO DE JANEIRO, 19 Jun (Reuters) - O técnico do Taiti, Eddy Etaeta, disse que seria "impossível" para a sua equipe vencer a campeã mundial Espanha na quinta-feira em jogo pela Copa das Confederações, mas que mesmo se os espanhóis marcassem 20 gols, ele ficaria feliz se o Taiti fizesse um.

"Temos que ser muito realistas e é impossível para nós vencer a Espanha, quase impossível. Eles são os europeus e os campeões mundiais e os favoritos para ganhar esta Copa das Confederações. Mas, mesmo que eles marcassem 15 ou 20 gols, eu ficaria feliz se marcássemos um".

O jogo no estádio do Maracanã, no Rio, na quinta-feira, é um dos mais surreais no torneio, mas poderá ser ofuscado por um grande protesto planejado como parte das manifestações em todo o país por uma série de reivindicações.

Etaeta disse que mesmo se o técnico espanhol Vicente Del Bosque mandasse para o campo uma equipe secundária, a seleção espanhola muito provavelmente ainda teria jogadores como Fernando Torres e David Villa.

"A Espanha ganhou dois títulos europeus e a Copa do Mundo e os jogadores no banco são todos estrelas. A Espanha é o principal país do futebol e o Uruguai só conseguiu 28 por cento de posse contra eles no domingo, e eu ficaria feliz com isso."

O Taiti foi derrotado por 6 x 1 pela Nigéria no jogo de abertura do Grupo B na segunda-feira, mas ganhou elogios por não tornar a vida tão fácil para os campeões africanos.

(Reportagem de Mike Collett)