Médico da seleção não vê problema em Neymar ganhar peso como sugeriu o Barça

quinta-feira, 20 de junho de 2013 15:29 BRT
 

Por Tatiana Ramil

FORTALEZA, 20 Jun (Reuters) - O médico da seleção brasileira, José Luís Runco, acredita que o Barcelona pode desenvolver um planejamento para que o atacante Neymar ganhe massa muscular sem comprometer seu desempenho, após o clube anunciar que pretende fazer esse trabalho.

"Na seleção nós não temos o controle da sequência de um atleta como se tem no clube. Dentro dos padrões que ele está, ele está dentro da normalidade em seu peso. Se ele pode ou não ganhar mais peso, só o Barcelona vai poder fazer. Com certeza, eles podem fazer algum trabalho para que ele ganhe mais", disse Runco em entrevista coletiva nesta quinta-feira, em Fortaleza.

"Além disso, é um atleta que acabou de completar 21 anos, esta é a idade em que começa a haver a configuração normal de todo o seu músculo esquelético, então pode acontecer de ganhar mais peso sem atrapalhar a atividade dele", completou.

O Barcelona informou na quarta-feira que Neymar está um pouco mais magro do que o ideal e deve ganhar alguns quilos para jogar no futebol espanhol.

O jogador, que mede 1,74 m e pesa 64,5 quilos, assinou no começo deste mês um contrato de cinco anos com os campeões do Campeonato Espanhol, no valor de 57 milhões de euros.

"Fizemos um rápido reconhecimento nele e o peso é um dado a mais", disse o médico do Barcelona Ricard Pruna. "A primeira impressão é de que o peso de 64,5 quilos tem tendência a cair e talvez lhe faltem alguns quilinhos a mais, mas eu não posso dizer exatamente quanto."

Jogador veloz, Neymar foi eleito o melhor da partida nos dois primeiros confrontos do Brasil na Copa das Confederações, nas vitórias contra Japão (3 x 0) e México (2 x 0). Ele é ainda o artilheiro do time, com dois gols, ao lado do atacante Jô.

O Brasil enfrenta a Itália, no sábado, no encerramento da primeira fase. Um empate garante ao time brasileiro a primeira colocação no grupo.