Forlán cala torcida baiana e dá vitória ao Uruguai contra Nigéria

quinta-feira, 20 de junho de 2013 21:42 BRT
 

Por Pedro Fonseca

SALVADOR, 20 Jun (Reuters) - Em seu centésimo jogo pela seleção uruguaia, Diego Forlán foi xingado pela torcida baiana, que escolheu torcer pela Nigéria, nesta quinta-feira, em Salvador. Respondeu com um lindo gol que garantiu ao Uruguai vitória por 2 x 1 e renovou as esperanças de classificação para as semifinais da Copa das Confederações.

O atacante do Internacional, símbolo da equipe do Uruguai campeã da Copa América de 2011 e que chegou às semifinais do Mundial de 2010 na África do Sul, foi escolhido como alvo preferido do torcedor na Arena Fonte Nova. A cada vez que se dirigia para cobrar uma falta ou escanteio, ouvia xingamentos.

Enquanto isso, a torcida tentava empurrar a seleção da Nigéria, que estava invicta há 18 jogos e entrou em campo embalada pela vitória por 6 x 1 sobre o Taiti, em sua estreia no Grupo B. O placar das arquibancadas, no entanto, não se repetiu dentro de campo.

O zagueiro e capitão uruguaio, Diego Lugano, abriu o marcador, aos 19 minutos de jogo, completando para as redes cruzamento rasteiro de Forlán da esquerda, que passou por um corta-luz de Edinson Cavani.

Forlán, que completou na partida seu jogo de número 100 pelo Uruguai, garantiu a vitória aos 6 minutos da segunda etapa, com um chute forte no alto do gol, depois que John Obi Mikel havia empatado a partida ainda no primeiro tempo para a Nigéria.

Além de garantir a vitória, o gol colocou o atacante de 34 anos novamente como maior artilheiro da história do Uruguai, com um gol de vantagem para o companheiro de ataque Luis Suárez, 34 a 33. A minoria uruguaia se fez ouvir em todo estádio na comemoração.

Com a vitória, o Uruguai empatou com a Nigéria com três pontos em duas partidas, após ter perdido para a Espanha por 2 x 1 em seu jogo de estreia. Os espanhóis, que golearam o Taiti por 10 x 0 mais cedo nesta quinta, lideram a chave com seis pontos.

Na última rodada do grupo, o Uruguai enfrenta o Taiti e a Nigéria pega a Espanha. Os dois primeiros colocados vão enfrentar Brasil e Itália, que já estão classificados na outra chave, nas semifinais da competição.   Continuação...

 
Uruguaio Diego Forlán comemora gol em partida contra a Nigéria na Arena Fonte Nova, em Salvador, pela Copa das Confederações 20/6/2013. REUTERS/Paulo Whitaker