Mercedes é advertida por teste "secreto" de pneus

sexta-feira, 21 de junho de 2013 14:08 BRT
 

Por Alan Baldwin

LONDRES, 21 Jun (Reuters) - Lewis Hamilton e Nico Rosberg foram autorizados na sexta-feira a disputar o GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, na semana que vem, e a equipe deles, a Mercedes, sofreu apenas uma repreensão por ter participado de um teste "secreto" de pneus com a Pirelli.

A fábrica de pneus, fornecedora exclusiva da F1, também recebeu uma repreensão do tribunal da Federação Internacional de Automobilismo, que passou sete horas deliberando sobre o caso em Paris na quinta-feira.

Por causa da violação, a Mercedes não poderá participar de um teste de três dias com jovens pilotos em julho, em Silverstone. O veredicto foi um alívio para a Mercedes que corria o risco de sofrer multas, perda de pontos ou até de ser excluída do campeonato neste ano, embora essa nunca tenha sido uma hipótese cogitada seriamente.

A Red Bull, que apresentou a queixa à FIA no mês passado, após ficar sabendo que a Mercedes havia usado seu carro da atual temporada para fazer um teste com a Pirelli, o que é proibido, disse que esperava uma punição mais rigorosa.

Em seu veredicto, o tribunal da FIA disse que o teste no Circuit de Catalunya não resultou em nenhuma vantagem esportiva indevida para a Mercedes.

 
Piloto de F1 da Mercedes Lewis Hamilton compete durante Grande Prêmio Canadense de F1, em Montreal. Lewis Hamilton e Nico Rosberg foram autorizados na sexta-feira a disputar o GP da Grã-Bretanha de Fórmula 1, na semana que vem, e a equipe deles, a Mercedes, sofreu apenas uma repreensão por ter participado de um teste "secreto" de pneus com a Pirelli. 09/06/2013 REUTERS/Christinne Muschi