Brasil aponta Uruguai como adversário mais difícil

domingo, 23 de junho de 2013 13:34 BRT
 

Por Pedro Fonseca

SALVADOR, 23 Jun (Reuters) - O Brasil vai conhecer neste domingo seu adversário na semifinal da Copa das Confederações, que provavelmente será o Uruguai mas também pode ser a Nigéria. Para a comissão técnica brasileira, os uruguaios seriam o rival mais difícil que o Brasil teria na competição até agora.

Classificado em primeiro lugar do Grupo A com três vitórias em três partidas, o Brasil aguarda o segundo colocado do Grupo B para a semifinal do dia 26, em Belo Horizonte. A Espanha lidera com 6 pontos, enquanto Uruguai e Nigéria estão empatados com 3.

Neste domingo, Espanha x Nigéria e Taiti x Uruguai vão definir os dois primeiros colocados. Até os espanhóis podem ser os próximos adversários do Brasil, uma vez que uma eventual derrota para a Nigéria, somada a uma goleada do Uruguai sobre o Taiti, poderia colocar os uruguaios em primeiro lugar.

Relatórios feitos pelo observador da seleção brasileira, Alexandre Gallo, apontam o Uruguai como o time com o posicionamento em campo que traria mais problemas para a equipe do técnico Luiz Felipe Scolari, tanto na linha defensiva como pela força do ataque formado por Diego Forlán, Luis Suarez e Edinson Cavani.

"A equipe que ele (Gallo) mais gostou foi a equipe do Uruguai, que é uma equipe completa e que joga um estilo que dificulta muito, vai dificultar muito se nós cruzarmos com o Uruguai", disse Felipão a repórteres após a vitória do Brasil por 4 x 2 sobre a Itália, no sábado.

"Nós vamos ter que ter muitos cuidados, porque na opinião do nosso observador, é a melhor equipe que ele viu na forma de se posicionar entre as equipes que nós iríamos enfrentar na segunda fase", acrescentou.

Campeão da Copa América de 2011 e semifinalista do Mundial de 2010, o Uruguai chegou à Copa das Confederações pressionado pela campanha irregular nas eliminatórias para a Copa do Mundo de 2014 no Brasil. A equipe ocupa apenas a quinta posição, com quatro vitórias em 12 jogos, e provavelmente terá que disputar a repescagem para assegurar vaga, mesmo disputando uma eliminatória sem a presença do Brasil, que já está classificado como país-sede.

BRASIL PRONTO, E COM PAULINHO   Continuação...

 
Diego Lugano, do Uruguai, comemora depois de marcar gol sobre a Nigéria durante partida da Copa das Confederações no estádio Arena Fonte Nova, em Salvador. O Brasil vai conhecer neste domingo seu adversário na semifinal da Copa das Confederações, que provavelmente será o Uruguai, mas também pode ser a Nigéria. Para a comissão técnica brasileira, os uruguaios seriam o rival mais difícil que o Brasil teria na competição até agora. 20/06/2013 REUTERS/Jorge Silva