Uruguai espera "Minerazo" contra Brasil na Copa das Confederações

terça-feira, 25 de junho de 2013 21:24 BRT
 

25 Jun (Reuters) - Sem vencer o Brasil há 12 anos, o Uruguai sonha com um "Minerazo" na quarta-feira no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, contra o Brasil na semifinal da Copa das Confederações, resultado que garantiria aos uruguaios uma vaga na final do torneio.

A maior derrota do Brasil dentro do país foi imposta pelos uruguaios, na final da Copa do Mundo de 1950, no Maracanã. O feito uruguaio ficou conhecido mundialmente como Maracanazo.

"A história do Uruguai mostra que ganhamos muitas partidas em situações limites e importantes", alertou o zagueiro uruguaio Diego Lugano.

"Temos direito a sonhar que podemos ter uma nova vitória sobre o Brasil.. temos futebol para sonhar e ganhar o jogo. Por que não esse jeito de pensar? A história do Uruguai é de vitórias importantes", acrescentou o ex-jogador do São Paulo.

Apesar do jejum, o Uruguai é o atual campeão da Copa América e conquistou o terceiro lugar na Copa do Mundo de 2010. Por outro lado, os uruguaios vêm mal nas eliminatórias para a Copa de 2014 e se encontram na quinta posição, o que só garante vaga na repescagem em busca de um lugar no Mundial.

"Confiamos muito na nossa atitude e na força desse grupo", declarou o técnico uruguaio, Óscar Tabárez.

A última vitória do Uruguai sobre o Brasil foi em 2001, na estreia do técnico Luiz Felipe Scolari à frente da seleção, que no ano seguinte conquistaria o Mundial disputado na Coreia do Sul e no Japão.

Em solo brasileiro, os uruguaios não vencem o Brasil desde 1992, quando as duas equipes disputaram um amistoso na Paraíba.

"Para nós não é uma partida qualquer... é um jogo importante e um privilégio. É um jogo que está no mesmo nível de Uruguai e Argentina", afirmou o treinador uruguaio   Continuação...