Ancelotti promete espetáculo e títulos em chegada ao Real Madrid

quarta-feira, 26 de junho de 2013 14:30 BRT
 

Por Iain Rogers

MADRI, 26 Jun (Reuters) - Jogar um futebol espetacular e aumentar o número de taças na sala de troféus ao mesmo tempo. Essas foram as promessas feitas pelo técnico Carlo Ancelotti em sua chegada ao Real Madrid, nesta quarta-feira.

Falando em uma mistura de espanhol, francês e o italiano nativo, Ancelotti disse a repórteres no estádio Santiago Bernabéu que seu objetivo é levar o Real ao 10º títulos europeu e desbancar o arquirrival Barcelona como principal força do futebol espanhol.

Ao lado de Emilio Butragueño, atual diretor do clube com quem ele teve desentendimentos quando ambos eram jogadores na década de 1980, Ancelotti confirmou que o ex-jogador francês do Real Zinedine Zidane será um de seus assistentes de campo, ao lado do inglês Paul Clement.

"Eu amo o futebol e por isso o Real Madrid é um sonho que hoje se torna realidade", disse Ancelotti em uma entrevista coletiva lotada no estádio.

"Não acho que o Real Madrid será o fim da minha carreira, mas espero permanecer aqui por um longo tempo", acrescentou o treinador, de 54 anos, duas vezes campeão da Liga dos Campeões pelo Milan, como técnico e jogador.

O presidente do Real, Florentino Pérez, convenceu Ancelotti a deixar o campeão francês Paris St Germain para substituir o português José Mourinho, que deixou o clube no mês passado e voltou ao Chelsea.

O Real não conquista a Liga dos Campeões há mais de uma década e Pérez, um magnata da construção civil em sua segunda passagem como presidente do clube, já deixou claro que vencer o torneio europeu é a prioridade máxima.

"Esse é um grande objetivo para o clube, para todos", disse Ancelotti.

"Tenho a ambição, a responsabilidade por isso. É uma grande motivação. Não acho que a pressão aqui seja maior do que em outros clubes. Faz parte do trabalho do técnico. O problema é lidar com isso, mas é normal."