Brasil bate Uruguai e decidirá Copa das Confederações

quarta-feira, 26 de junho de 2013 18:56 BRT
 

Por Tatiana Ramil

BELO HORIZONTE, 26 Jun (Reuters) - Com um gol de cabeça de Paulinho aos 41 minutos do segundo tempo, a seleção brasileira derrotou o Uruguai por 2 x 1 nesta quarta-feira, no estádio do Mineirão, e se classificou para a final da Copa das Confederações, após entrar na competição desacreditada.

Foi a quarta vitória seguida do Brasil no torneio, e a mais difícil. O goleiro Julio Cesar pegou um pênalti de Forlán antes de Fred abrir o placar em um lance de oportunismo depois de jogada de Neymar. O atacante uruguaio Edinson Cavani empatou no início do segundo tempo, mas Paulinho garantiu a classificação para a decisão de domingo, no Maracanã, contra Espanha ou Itália.

Os brasileiros comemoram muito a classificação. Alguns se jogaram no gramado e outros se abraçavam, enquanto a torcida em Belo Horizonte explodia de felicidade.

"Acho que foi, nos últimos 10 anos, depois da Copa do Mundo, o jogo mais emocionante. Hoje os jogadores fizeram pela torcida, a torcida foi fundamental, fez com que nós superássemos as dificuldades", disse o técnico Luiz Felipe Scolari, campeão mundial com o Brasil em 2002.

"Nós sabemos que não jogamos bem, mas torcida foi a grande vencedora do confronto de hoje. Foram eles que carregaram o time."

Ao contrário dos jogos passados, em que conseguiu sufocar os adversários nos primeiros 15 minutos, o Brasil se viu na situação oposta no início da partida contra o Uruguai, e não soube encontrar uma saída rápida para a situação.

David Luiz derrubou o capitão uruguaio Diego Lugano com um puxão de camisa dentro da área, concedendo pênalti para o Uruguai com 13 minutos de jogo. No entanto, a cobrança de Diego Forlán foi defendida pelo goleiro Julio Cesar, abrindo caminho para a recuperação brasileira em campo no primeiro tempo.

A primeira finalização do Brasil foi aos 17 minutos, quando Oscar mandou um chute de fora da área por cima do travessão. Hulk teve boa chance ao tabelar com Oscar e chutar para fora, e o Uruguai respondeu com um chute de perna esquerda de Forlán que passou perto do gol.   Continuação...