Julio Cesar defende pênalti contra Uruguai e é eleito o melhor do jogo

quarta-feira, 26 de junho de 2013 20:07 BRT
 

BELO HORIZONTE, 26 Jun (Reuters) - Depois de três jogos com o atacante Neymar sendo eleito o melhor da partida na Copa das Confederações, o goleiro Julio Cesar recebeu o troféu nesta quarta-feira, por ter defendido um pênalti na vitória da seleção brasileira sobre o Uruguai por 2 x 1.

"Fico feliz de ajudar a seleção, fiquei lisonjeado com o Mineirão todo gritando meu nome", disse o goleiro a jornalistas após a partida em Belo Horizonte.

Julio Cesar defendeu a penalidade cobrada por Diego Forlán logo aos 15 minutos do primeiro tempo, num lance em que o Uruguai poderia ter aberto o placar, o que complicaria as chances de o time brasileiro ir à final da Copa das Confederações.

"Foi importante a entrega do grupo, não é todo dia que você vai jogar bem", afirmou ele, admitindo que o Brasil teve dificuldades na partida, que só foi decidida aos 41 minutos do segundo tempo, com um gol de cabeça de Paulinho.

"Uma classificação para a final na primeira competição oficial (da nova comissão técnica) serve de amadurecimento para a Copa", completou.

O goleiro admitiu que o fato de conhecer Forlán da época em que os dois atuaram juntos na Inter de Milão ajudou em sua defesa no canto esquerdo.

O pênalti foi cometido por David Luiz em Diego Forlán, que acusou o atacante Neymar de simular faltas e alertou o árbitro do confronto entre Brasil x Uruguai, o chileno Enrique Osses, para não se deixar enganar pelo atacante brasileiro na semifinal da Copa das Confederações.

"Em relação à questão do Lugano, não gostaria de falar, foi a opinião dele. Acho que foi uma coincidência o pênalti ter sido nele, porque o pênalti realmente existiu", disse.

(Por Tatiana Ramil)