Zebras e lesões derrubam favoritos em Wimbledon

quarta-feira, 26 de junho de 2013 20:31 BRT
 

Por Martyn Herman

LONDRES, 26 Jun (Reuters) - Roger Federer e Maria Sharapova foram eliminados na segunda rodada do torneio de Wimbledon por adversários fora do "top 100", numa quarta-feira dramática, em que sete jogadores se retiraram por lesão - recorde na história dos Grand Slams.

Victoria Azarenka - segunda cabeça de chave -, Jo-Wilfried Tsonga e até Steve Darcis, que ganhou a atenção do mundo depois de eliminar na véspera o espanhol Rafael Nadal, estiveram entre as baixas por contusão.

Vendo vários favoritos ao título caírem, alguns antes mesmo de entrar em quadra, o britânico Andy Murray deve estar lambendo os beiços, depois de evitar o mesmo destino, vencendo sem incidentes o taiwanês Lu Yen-Hsun. Na sua metade da chave, ele já se livrou de enfrentar Nadal, Federer e Tsonga.

Conhecido como "o Rei de Wimbledon", Federer tinha tudo para passar sem dificuldades pelo ucraniano Sergiy Stakhovsky, na quadra central. Mas, três horas depois, o suíço dizia adeus à sua atual tentativa de conquistar o oitavo troféu em Londres.

Com um estilo antiquado de saques e voleios, Stakhovsky, de 27 anos, 116º. do ranking, venceu por 6-7(5) 7-6(5) 7-5 7-6(5). Nos últimos 36 torneios do Grand Slam, Federer nunca havia deixado de passar às quartas de final.

"Ainda estou incrédulo", disse o ucraniano. "Joguei o melhor tênis que já joguei. Quando você enfrenta Roger Federer, é como enfrentar duas pessoas. Primeiro você enfrenta Roger Federer, aí enfrenta seu ego. Eu não poderia ter jogado melhor hoje, foi um dia fantástico para mim".

Na chave feminina, a surpresa ficou por conta da portuguesa Michelle Larcher de Brito, 131ª do ranking, que venceu Sharapova por 6-3 6-4. A russa sofreu várias quedas e numa delas precisou parar o jogo por dez minutos para ser atendida. Em determinado momento, foi possível escutá-la se referindo ao piso como "perigoso".

"Não acho que eu tenha caído três vezes num jogo antes na minha carreira, então isso foi um pouco estranho", disse ela a jornalistas.   Continuação...