28 de Junho de 2013 / às 18:04 / em 4 anos

Neymar aponta "melhor do mundo" Espanha como favorita para final

Atacante Neymar durante partida da Copa das Confederações contra Uruguai no Mineirão, em Belo Horizonte. 26/06/2013 REUTERS/Ueslei Marcelino

Por Rodrigo Viga Gaier

RIO DE JANEIRO, 28 Jun (Reuters) - A Espanha, atual campeã mundial e bicampeã europeia, é a favorita na decisão da Copa das Confederações no domingo contra o Brasil, disse nesta sexta-feira o atacante Neymar, que considera a “Fúria” a melhor seleção do mundo no momento.

Apesar de o Brasil jogar em casa no Maracanã, Neymar reconheceu a superioridade do adversário, contra quem a seleção brasileira não joga desde 1999. A final de domingo colocará frente à frente pela primeira vez o atual time espanhol contra a única seleção cinco vezes campeã mundial.

“O favoritismo é da melhor do mundo, que e a Espanha”, disse Neymar em entrevista coletiva antes do treino da seleção brasileira no estádio de São Januário. “A Espanha é a melhor do mundo. O favoritismo é deles, mas em campo temos que jogar o nosso futebol”, acrescentou o camisa 10.

O Brasil evoluiu ao longo da Copa das Confederações e chega à final invicto, com vitórias sobre adversários tradicionais como Itália, México e Uruguai.

A Espanha caiu numa chave teoricamente mais fácil na primeira fase, tendo adversários como Taiti e Nigéria, mas precisou vencer uma disputa de pênaltis contra os italianos na semifinal para confirmar sua vaga na decisão.

Apesar de apontar o favoritismo espanhol, Neymar disse confiar numa vitória brasileira. Segundo o atacante, que fez três gols e foi eleito três vezes o melhor em campo em quatro jogos no torneio, o Brasil encontrou uma forma de jogar sob comando do técnico Luiz Felipe Scolari.

“Achamos a nossa qualidade e o jeito de jogar”, disse.

O empate no tempo normal e na prorrogação entre Itália e Espanha, em que as duas equipes tiveram chances de vencer, também aumentou a confiança de Neymar por um bom desempenho do Brasil na decisão.

Além disso, os brasileiros estarão mais descansados na final porque tiveram a vantagem de jogar a semifinal contra o Uruguai um dia antes do jogo entre Espanha e Itália.

“Independentemente da força do oponente, meu pai me ensinou quando eu era pequeno que eu tinha que vender meu Fusca caro. Tem que correr, doar o jogo inteiro para que o Fusca seja vendido caro. Não pode ter medo. Esperamos ter a mesma vontade, força e ousadia da Itália”, afirmou.

FUTUROS COMPANHEIROS

A Espanha assumiu o posto de melhor seleção do momento com as conquistas consecutivas da Euro-2008, da Copa do Mundo de 2010 e da Euro-2012. A atual geração espanhola jamais enfrentou o Brasil, por isso a final de domingo já está sendo apontada como um dos grandes jogos do futebol mundial.

“Será uma das melhores partidas da história, podemos cravar nosso nome no futebol mundial”, disse Neymar. “Todos que estão aqui esperavam essa partida. Duas seleções de tradição e história muito grande. Grandes craques, e espero que seja uma partida para quem gosta de futebol e que o Brasil saia vencedor”.

Na final de domingo Neymar vai reencontrar alguns de seus novos companheiros de clube no Barcelona, com Xavi e Iniesta, que estavam em campo quando o time catalão goleou o Santos de Neymar por 4 x 0 na final do Mundial de Clubes da Fifa.

O jogador fez questão de ressaltar que não há comparação entre os dois momentos. “É outra realidade. Tivemos uma aula de futebol (em 2011)... domingo é final de campeonato.”

“Será um prazer jogar de novo contra meus futuros companheiros. Já desejei sorte a eles, mas só até aqui”.

0 : 0
  • narrow-browser-and-phone
  • medium-browser-and-portrait-tablet
  • landscape-tablet
  • medium-wide-browser
  • wide-browser-and-larger
  • medium-browser-and-landscape-tablet
  • medium-wide-browser-and-larger
  • above-phone
  • portrait-tablet-and-above
  • above-portrait-tablet
  • landscape-tablet-and-above
  • landscape-tablet-and-medium-wide-browser
  • portrait-tablet-and-below
  • landscape-tablet-and-below