Eliminação de Serena eleva número de gigantes derrubados em Wimbledon

segunda-feira, 1 de julho de 2013 16:35 BRT
 

Por Pritha Sarkar

LONDRES, 1 Jul (Reuters) - Wimbledon ampliou a série de gigantes derrubados nesta segunda-feira quando Serena Williams tornou-se o mais novo grande nome do esporte a ser eliminado do torneio, onde a reputação e o status de estrela não estão servindo para nada.

Quando parecia que o Grand Slam disputado na grama já tinha cumprido sua cota de zebras na edição deste ano, depois da eliminação nas primeiras rodadas de nomes como Rafael Nadal, Roger Federer, Maria Sharapova e Victoria Azarenka, a alemã Sabine Lisicki decidiu acrescentar mais um atleta estrelado a essa lista.

Jogando um tênis destemido, Lisicki derrotou Serena por 6-2, 1-6 e 6-4 para deixar os espectadores de Wimbledon sem acreditar no que viam, mais uma vez.

"Ainda estou tremendo, estou muito feliz", disse Lisicki em lágrimas. "É impressionante, amo tanto essa quadra, É inacreditável!"

É inacreditável principalmente porque, mesmo antes da queda em profusão de grandes nomes, Serena já era apontada para vencer pela sexta vez depois de conquistar três dos últimos quatro grandes torneios.

Ela também entrou em quadra com uma sequência de 34 vitórias seguidas, mas sua eliminação deixou a número quatro do mundo, Agnieszka Radwanska, como a principal cabeça-de-chave da competição e a tcheca Petra Kvitova como a única campeã de Wimbledon ainda viva na chave feminina do torneio.

"Não é um choque. Não fiz o que faço melhor", resumiu Serena.

Na chave masculina, o segundo cabeça-de-chave Andy Murray, que se sente em casa na grama verde de Wimbledon, sobreviveu a um susto no segundo set antes de vencer o russo Mikhail Youznypoe 6-4, 7-6 (7-5 no tiebreak) e 6-1.